Barra Brasil
Bionorte
Bionorte
   Brasil, sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017.CPF:Senha:

O Seminário Internacional de Gestão de Áreas protegidas na Amazônia:

historias de sucesso, lições aprendidas e inovações para o futuro.

   

     O Seminário Internacional de Gestão de Áreas protegidas na Amazônia: historias de sucesso, lições aprendidas e inovações para o futuro, pretende promover um espaço de intercâmbio regional internacional que possibilite uma reflexão sobre as praticas de gestão em andamento na Bacia Amazônica.  O SIGAP - 2015 vai buscar inovar em conceitos, discutir a gestão integrada, e avançar na construção e entendimento  dos fatores que possam contribuir para que os acordos globais da conservação, dos quais os países participantes sejam signatários sejam cumpridos.

     Ele está sendo organizado pelo Programa de Mestrado Profissional em Gestão de Areas Protegidas da Amazônia , do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia - INPA, em Manaus, e pela Escola Latinoamericana de Áreas Protegidas - ELAP da Universidad Internacional de Costa Rica e conta com a parceria de inúmeras instituições .

     Os governos supra nacionais de países que compõem a bacia amazônica têm realizado esforços substanciais para definir várias porções deste território como áreas protegidas. No caso do Brasil, 54% da Amazônia já é hoje protegida, dividida entre terras indígenas e unidades de conservação. Os sistemas nacionais que governam estas áreas diferem em suas praticas de gestão e categorias de gestão.  Mas raramente existe a oportunidade de trocas de experiências entre países que compõem a Bacia, principalmente entre os gestores destas áreas protegidas, quando se vislumbraria a possibilidade de encontrar sinergias entre os países e estados, que fortaleçam as iniciativas de proteção da biodiversidade, dos recursos naturais e dos serviços ecossistêmicos destas áreas.


São objetivos do SIGAP - 2015:
  1. Debater como aproximar e articular a gestão de terras indígenas e de unidades de conservação na bacia amazônica, para atingir os desafios de gestão.
  2. Conhecer boas práticas de gestão participativa da Pan-amazônia, com ênfase nas adaptações às mudanças climáticas;
  3. Promover uma troca de experiências entre órgãos gestores de áreas protegidas da Amazônia sobre os temas foco do seminário;
  4. Oferecer um espaço de divulgação e reflexão sobre lições aprendidas da gestão de áreas protegidas, incluindo as soluções para enfrentar os desafios dos conflitos de acesso e uso dos recursos, as pressões humanas sobre a floresta, e o reconhecimento e garantia dos direitos das populações tradicionais;
  5. Aproveitar as principais recomendações e sugestões do evento para realizar ajustes necessários no enfoque que deve ser dado aos programas de capacitação de gestores de áreas protegidas;
  6. Reunir recomendações das mesas redondas e debatedores em plenárias para apresentar no Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação como contribuição oriunda da Amazônia ao avanço do pensamento sobre gestão de áreas protegidas no Brasil.



Para se Inscrever clique aqui



Data: 10/02/2015

Fonte: Secretaria Geral do PPG-BIONORTE

Pós-Graduação Fale Conosco Financiadores
Secretaria Geral do Curso de Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia
Universidade Federal do Amazônas - Setor Sul, Bloco "M"
Av. Gal. Rodrigo Otávio Jordão Ramos, nº 3000 - CEP: 69.077-00 - Manaus/AM
Fone/Fax: (92)3305-1181 - Ramal 4219 ou (92) 99318-2155
Página Inicial  •  Mapa do Site  •  Contato  •  Área Restrita