Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Bionorte
Bionorte
   Brasil, Domingo, 13 de Outubro de 2019.CPF:Senha:

Currículo

Currículo do Pesquisador

Ben Hur Marimon Junior
CitaçõesMARIMON-JUNIOR, B. H.;Marimon-Junior, Ben Hur;Marimon Junior, Ben Hur;Junior, Ben Hur Marimon;HUR MARIMON JUNIOR, BEN;MARIMON, BH.;MARIMON, B.H.;Marimon Junior, BH;MARIMON JUNIOR, BH;MARIMON JUNIOR, B.H.;MARIMON JUNIOR, BEN-HUR
TitulaçãoPós-Doutorado
ÁreaCiências Biológicas :: Ecologia
Formação
  • Pós-Doutorado - Periodo: 2012 a 2013 - University of Leeds
  • Doutorado - Periodo: 2003 a 2007 - Ecologia
    Universidade de Brasília
  • Mestrado - Periodo: 2001 a 2003 - Ciências Florestais
    Universidade de Brasília
  • Especialização - Periodo: 1995 a 1996 - Ecologia do Cerrado
    Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Graduação - Periodo: 1982 a 1986 - Engenharia Florestal
    Universidade Federal de Mato Grosso
Atuação Profissional
  • Acta Amazonica- / Periodo: 2008 a atual
  • Acta Botanica Brasílica (Impresso)- / Periodo: 2011 a atual
  • Acta Botanica Brasílica (Impresso)- / Periodo: 2010 a atual
  • Acta Botanica Brasílica (Impresso)- / Periodo: 2009 a atual
  • Acta Scientiarum. Agronomy (Impresso)- / Periodo: 2012 a atual
  • Bioscience Journal (UFU. Impresso)- / Periodo: 2013 a atual
  • Biotemas (UFSC)- / Periodo: 2012 a atual
  • Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais- / Periodo: 2014 a atual
  • Comunicata Scientiae- / Periodo: 2012 a atual
  • EMBRAPA Arroz e Feijão- / Periodo: 2011 a atual
  • EMBRAPA-Centro de Pesquisa Agropecuaria de Mato Grosso- / Periodo: 2012 a atual
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Meio Ambiente- / Periodo: 2007 a atual
  • (FAPEMAT) Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso- / Periodo: 2011 a 2011
  • Frutivale Agroindustrial Ltda- / Periodo: 1990 a 1998
  • Journal of Species List and Distribution- / Periodo: 2013 a atual
  • National Environmental Research Council- / Periodo: 2007 a atual
  • Revista Brasileira de Geografia Física- / Periodo: 2008 a 2008
  • Revista de Ciências Agro-Ambientais- / Periodo: 2014 a atual
  • Rodriguesia- / Periodo: 2012 a atual
  • Scientia Forestalis (IPEF)- / Periodo: 2010 a atual
  • Scientia Forestalis (IPEF)- / Periodo: 2010 a atual
  • Universidade de Brasília- / Periodo: 2001 a 2003
  • Universidade do Estado de Mato Grosso- / Periodo: 1993 a atual
  • Universidade Federal de Goiás- / Periodo: 2011 a atual
  • Universidade Federal de Mato Grosso- / Periodo: 2011 a 2014
  • Universidade Federal do Piauí- / Periodo: 2011 a 2014
  • University of Leeds- / Periodo: 2009 a atual
  • University of Leeds- / Periodo: 2011 a 2011
  • University of Oxford- / Periodo: 2012 a atual
  • Woods Hole Research Center- / Periodo: 2007 a atual
Linha de Pesquisa
  • Determinantes vegetacionais/relações climáticas
  • Recuperação de áreas degradadas
  • Relação planta-solo
Projetos de Pesquisa
  • Rainfor - Amazon Forest Inventory Network
    O projeto RAINFOR (Rede Amazônica de Inventário Florestal) é coordenado pelo Departamento de Geografia da Universidade de Leeds (Inglaterra). Trata-se de uma rede de pesquisa internacional que trabalha para entender o balanço de carbono da floresta amazônica (http://www.geog.leeds.ac.uk/projects/rainfor/). O objetivo geral do projeto é determinar e divulgar o atual balanço de carbono da Floresta Amazônica, em conjunto com os fluxos ecológicos dominantes associados e sua sensibilidade ao solo e variabilidade climática. Um objetivo secundário é aprofundar e ampliar o projeto RAINFOR, a fim de que a necessária infraestrutura científica seja criada para acompanhar a dinâmica da biomassa amazônica e carbono do solo durante o século 21. A RAINFOR tem trabalhado com colaboradores de todos os países da bacia amazônica e considera tanto os aspectos ecológicos quanto a necessidade de desenvolver uma nova geração de ecólogos para trabalhar na Amazônia. Actualmente, a RAINFOR recebe apoio da Andes and Amazon Initiative da Gordon and Betty Moore Foundation e do NERC (Natural Environment Research Council) como parte do consórcio AMAZONICA. As ações da Rede Rainfor em Mato Grosso, incluindo gerenciamento do banco de dados (forestplots), são coordenadas pela Professora Beatriz Schwantes Marimon
    Período: 2009 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Global Monitoring Network (GEM) - Nova Xavantina Plots
    A rede global de monitorização do ecossistema (GEM) é um esforço internacional para medir e compreender as funções dos ecossistemas florestais e como estes irão responder às mudanças climáticas globais. O projeto monitora parcelas permanentes com coleta intensiva de dados biogeoquímicos nas principais florestas tropicais do mundo. No Brasil, são três parcelas monitoradas intensivamente: Caxiuanã (PA), Querência (MT) e Nova Xavantina (MT). As atividades em Nova Xavantina são coordenadas pelo Professor Ben Hur Marimon Junior, sendo os dados disponibilizados sistematicamente na rede para uso dos pesquisadores.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Fitogeografia e paleovegetação da transição Amazônia/Cerrado em Mato Grosso
    Serão feitos levantamentos edáficos, climáticos, florísticos e fitossociológicos em 06 pares floresta/cerrado na transição dos biomas Amazônia e Cerrado com o objetivo de caracterizar a fitogeografia das espécies lenhosas e os possíveis determinantes ecológicos e históricos das fitofisionomias. Será verificada a composição isotópica (δ13C) da matéria orgânica do solo (e.g. carbono pirogênico) e sua datação por radiocarbono (14C) a fim de revelar o padrão paleogeográfico no holoceno. Serão propostas linhas temáticas de discussão sobre conservação da biodiversidade na transição com base nos resultados fitogeográficos das fitofisionomias e seus determinantes ambientais e históricos. O projeto complementa ações do CNPq/PPBio Transição Cerrado/Floresta Amazônica e faz parte do esforço para redefinir a distribuição das espécies lenhosas e os limites bióticos entre Cerrado e Amazônia, os dois maiores biomas brasileiros.
    Período: 2014 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • CAPES Pró-Equipamentos
    Projeto de equipagem dos seguintes grupos de pesquisa da Universidade do Estado de Mato Grosso: GRUPO 1 ANÁLISE DA BIODIVERSIDADE EM ECOSSISTEMAS MATOGROSSENSES. Líder: Dra. Helena Soares Ramos Cabette; Vice-líder: Dra. Beatriz S. Marimon. Pesquisadores: Ben Hur Marimon Jr, Eddie L. Oliveira, Frederico F. Salles, Karina C. Faria, Maricília C.C. Arruda, Teresa C.S. Anacleto e Joana Darc Batista (bolsista BCT-3). Atuação: 17 pesquisadores, dos quais 4 mestres e um no doutorado (UFG), um graduado, os demais doutores, dos quais 9 são professores permanentes deste PPG. Pesquisas e práticas vinculadas à conservação de ecossistemas mato-grossenses, com atuação multidisciplinar de pesquisadores ligados à botânica, mastofauna, limnologia, entomologia terrestre e aquática e genética, são a tônica do grupo. GRUPO 2 FITOGEOGRAFIA E DINÂMICA DE FORMAÇÕES VEGETAIS NO LESTE MATOGROSSENSE. Líder: Dra. Beatriz Schwantes Marimon; Vice-líder: Dr. Eddie L. Oliveira. Pesquisadores: Eddie L. Oliveira, Ben Hur Marimon Jr, Amintas N. Rossete, Ricardo K. Umetsu, Ted R. Feudpausch, Paulo M. Brando, entre outros. Atuação: 20 pesquisadores, sendo doze doutores e dois doutorandos (UFG e UnB) (cinco doutores vinculados a este PPG e uma ligada ao PPG Ciências Ambientais/UNEMAT), e 25 alunos, dos quais 5 são deste PPG. Estudos de análise florística, da estrutura da vegetação e da ecologia de florestas de transição Cerrado-Amazônia, das florestas de galeria e ciliares, das impucas e das várias fitofisionomia do Cerrado e do Pantanal do Araguaia estão entre as pesquisas realizadas pelo grupo, que também participa dos projetos: RAINFOR Rede Amazônica de Inventários Florestais, coordenada pelo Prof. Oliver Phillips, em parceria com a University of Leeds, UK, que tem como objetivo avaliar a dinâmica florestal amazônica frente às alterações climáticas globais; GEM Global Environment Monitoring (Monitoramento ambiental global), coordenada pelo Prof. Yadvinder Malhi, em parceria com a University of Oxford, UK e University of Exeter, Prof. Ted Ronald Feldpausch.
    Período: 2014 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: OUTRA
  • Caracterização fitogeográfica, distribuição das espécies lenhosas e determinantes vegetacionais na transição Cerrado/Amazônia
    Serão feitos levantamentos de solos e vegetação na transição Amazônia/Cerrado ao longo de 1.000 km entre Mato Grosso, Pará e Maranhão com o objetivo de identificar o padrão fitogeográfico, a distribuição das espécies lenhosas e os possíveis determinantes históricos e edafo-climáticos das duas grandes vegetações. Será testado o possível avanço da Floresta Amazônica sobre o Cerrado ao longo dos últimos 10.000 anos através da análise da composição isotópica da matéria orgânica do solo (δ13C) e sua datação por radiocarbono (14C). Estas duas extensas províncias vegetacionais têm passado por diversas fases de expansão e contração, com o cerrado avançando sobre a floresta e vice-versa à medida que o clima se alternava entre períodos secos e períodos úmidos (pulsos climáticos), especialmente durante o final do Pleistoceno e começo do Holoceno. As variáveis edáficas e climáticas também serão investigadas, uma vez que podem estar associadas à distribuição das espécies e fitofisionomias, especialmente em relação à textura do solo, sazonalidade pluviométrica e temperatura. Espera-se obter uma descrição detalhada do padrão de distribuição da vegetação e suas respectivas espécies lenhosas ao longo da zona de transição Cerrado/Amazônia, estabelecendo-se uma relação das fitofisionomias com os fatores edafo-climáticos e históricos nesta complexa faixa de contato. Será feito pela primeira vez nesta região uma paleo-investigação da vegetação verificando se os determinantes da distribuição geográfica dos tipos vegetacionais estão associados aos fatores ambientais e/ou às possíveis mudanças históricas dos pulsos climáticos do Holoceno
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Fogo e carvão pirogênico na Floresta Amazônica: investigando os determinantes históricos da dinâmica do carbono no solo e na vegetação
    A biomassa arbórea na Floresta Amazônica está aumentando5,6, mas após mais de 10 anos desde a descoberta deste processo ainda não temos uma explicação unificada dos mecanismos envolvidos. Em teoria, as florestas na Amazônia deveriam estar em um estado de equilíbrio de longo prazo, sem ganhos ou perdas de biomassa. O aumento de recursos, como o CO2 atmosférico, e a regeneração da floresta após perturbações, são algumas explicações para este aumento de biomassa7. Incêndios causados por variações climáticas, uso pré-Colombiano da terra8,9 e fogo acidental proveniente da abertura de novas áreas para agropecuária11 podem ter efeitos substanciais sobre a atual dinâmica e estrutura das florestas consideradas "não perturbados." O fogo também produz carvão vegetal (black carbon, BC), encontrado em toda Amazonia14, o que contribui para o total de estoques de carbono orgânico do solo (soil organic carbon, SOC)15. O BC também aumenta a fertilidade do solo e atua como uma reserva de SOC resistente à decomposição (recalcitrante) da ordem de 100-10.000 anos16. Como o SOC total é sensível ao aumento de temperaturas17,18, surge uma ameaça potencial de perdas significativas de carbono para a atmosfera face às atuais previsões de aquecimento global. No entanto, esta mesma perda de SOC pode ser tamponada pela reserva recalcitrante de BC18. Para distinguir se o aumento de biomassa da floresta Amazônica é uma resposta ao aumento de CO2 atmosférico ou o resultado de uma recuperação das florestas pós-perturbação, como incêndios mais frequentes no passado, é necessário vincular dados árvore-por-árvore de crescimento de longo prazo de parcelas permanentes com dados de datação de carvão por radiocarbono, estimando as datas das queimadas antigas e os estoques de BC do solo. A presente abordagem, investigando fatores contemporâneos e históricos, enfoca a questão altamente debatida se o aumento atual de biomassa da Amazônia é impulsionado pela recuperação de distúrbios passado (e.g., fogo)
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Dinâmica de florestas estacionais na transição Cerrado-Floresta Amazônica na região nordeste de Mato Grosso, Brasil
    O objetivo do presente projeto é a realização de inventários sistemáticos em diferentes formações florestais na zona de transição entre os biomas Cerrado e Floresta Amazônica, nos municípios de Ribeirão Cascalheira e Querência, região nordeste do estado de Mato Grosso
    Período: 2009 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • PELD fase II - Transição Cerrado-Floresta Amazônica: bases ecológicas e sócio-ambientais para a conservação (Etapa II)
    O projeto é a segunda etapa do PELD (Programas Ecológicos de Longa Duração) iniciado em junho de 2010 a partir do edital MCT/CNPq Nº 59/2009. O sítio de estudo localiza-se na transição entre os biomas Cerrado e Floresta Amazônica e as linhas temáticas principais estão voltadas aos estudos de dinâmica de populações e organização de comunidades e ecossistemas, ciclos biogeoquímicos, ecologia de espécies invasoras, padrões e frequência de perturbações naturais e impactos antrópicos e seus efeitos sobre populações, comunidades e ecossistemas, conservação da diversidade biológica e ações de educação ambiental. A base do sítio localiza-se em uma unidade de conservação (Parque Municipal do Bacaba) onde estão sendo monitoradas áreas para avaliar as mudanças temporais e espaciais de fitofisionomias e de corpos d´água (Córrego do Bacaba) que permitirão a distinção entre processos dinâmicos naturais e mudanças resultantes da ação antrópica. Além do monitoramento contínuo de ecossistemas no Parque do Bacaba, nesta segunda etapa serão incorporadas novas áreas de estudo que já estão sendo monitoradas desde 2008, todas localizadas na transição entre os biomas Cerrado e Floresta Amazônica, além de um novo córrego próximo ao atual, que juntos irão compor o presente Sítio 15 (Transição Cerrado-Floresta Amazônica). Estudos de monitoramento contínuo e intensivo da biota são essenciais para que se possam compreender os mecanismos envolvidos nas mudanças causadas por ações antrópicas e ambientais. Tais estudos exigem recursos para que as etapas de coleta de campo não sejam interrompidas, garantindo a qualidade das informações monitoradas. A posição estratégica do Sítio 15, na transição entre os dois maiores biomas brasileiros, atraiu parcerias internacionais importantes (Universidade de Leeds e Universidade de Oxford, Reino Unido), que incluíram as áreas que estão sendo monitoradas por este sítio em estudos de escala global que buscam compreender a dinâmica das zonas de transição
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Rede de pesquisa para uso sustentável e conservação do Cerrado - Rede ComCerrado/Núcleo Regional do Araguaia
    Rede de Ciência e Tecnologia para a Conservação e Uso Sustentável do Cerrado (Rede ComCerrado). Participam várias instituições de ensino e pesquisa focadas no Bioma Cerrado. A ComCerrado, é uma rede de pesquisa orientada para o avanço do conhecimento ambiental e sócio-econômico do Bioma, envolvendo instituições nacionais de ensino e pesquisa, o apoio de cooperação internacional e a participação de inúmeros pesquisadores comprometidos com o conhecimento e a preservação do Cerrado. As questões de pesquisa e atuação da rede ComCerrado foram elaboradas levando-se em consideração as ações temáticas do Programa Nacional de Conservação e Uso Sustentável do Bioma Cerrado e incluem: Monitorar e analisar o processo de ocupação e uso do Cerrado; Avaliar as perspectivas produtivas, energéticas, culturais e de serviços ambientais voltadas para as áreas de conservação e frentes de expansão e intensificação produtiva; Avaliar os impactos resultantes da ocupação e uso do solo em escala local, regional, e global, bem como as conseqüências das mudanças ambientais globais sobre a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas de Cerrado e fornecer subsídios para elaboração e avaliação de políticas públicas voltadas à sustentabilidade socioambiental do Cerrado. A Rede ComCerrado atua em colaboração com outras iniciativas como a Rede de Parcelas Permanenteno Bioma Cerrado (MMA), a rede TROPDRY (Estudos de Florestas Tropicais Secas), Instituto Interamericano de Pesquisa em Mudanças Globais (IAI), o Centro de Recuperação em Áreas Degradadas (CRAD-UnB), Programa LBA (MCT), PPBIO, LAPIG, ISPN-Dry.
    Período: 2008 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • CARBIOMA - Agricultura sustentável no Cerrado e na zona de transição Cerrado-Amazônia
    O bioma Cerrado e a zona de transição Cerrado-Amazônia, por possuírem amplas áreas sob uso agropecuário, são vistos como importantes atores na produção de alimentos, fibras e agroenergia para uma população mundial crescente que, em 2050, atingirá aproximadamente 9 bilhões de habitantes. Além da mudança climática afetar a produção agrícola, a agricultura em diferentes modalidades e a pecuária são vistas como um dos principais causadores do aquecimento global pela mudança no uso da terra, principalmente desmatamento com queima e posterior manejo não conservacionista gerando degradação das terras com mais emissão de gases de efeito estufa (GEE). Entretanto, sistemas de produção conservacionistas tem grande potencial de combinar produção de alimentos com manutenção dos serviços ambientais, incluindo mitigação da mudança climática e preservação da biodiversidade. Embora haja tentativas para incluir sistemas conservacionistas em projetos MDL apos 2012, ha falta de medições e estimativa de erros para uma defesa realmente adequada de sistemas conservacionistas e a repercussão das negociações intergovernamentais para a inclusão desses sistemas e bastante insegura. A avaliação dos sistemas também traz vantagem para o setor produtivo pois possibilita a integração dos sistemas de produção em programas de certificação ambiental e, consequentemente, num maior segmento do mercado nacional e internacional
    Período: 2011 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Produção, caracterização e utilização de biocarvão como condicionador de solo em sistemas florestais e de produção de mudas
    Existem formas de processamento de resíduos visando sua estabilização e utilização em solos. Dentre elas, pode-se destacar o método da pirólise para obtenção de biomassa carbonizada. Este estudo aborda essa forma de processamento e estabilização de resíduos do processamento da madeira para obtenção de matéria orgânica para dar destinação adequada aos mesmos, na produção de mudas, beneficiar solos sob sistemas florestais e de fruticultura, possibilitar incremento na assimilação de carbono e avaliar economicamente a utilização desta prática
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Fogo, Uso da Terra e Savanização de Floresta Estacional Amazônica. Sub-Projeto para camada de serapilheira.
    Estudos de campo e modelagem para verificar a susceptibilidade e as respostas da Floresta Amazônica ao fogo. O presente projeto visa complementar os dados sobre os efeitos da seca na estrutura e função da Floresta Amazônica (NSF-estudos prévios) e suas respostas às alterações climáticas. A pesquisa deverá auxiliar na previsão da velocidade e dos locais de savanização da floresta, além das mudanças associadas ao fluxo hídrico e de carbono. A principal hipótese é que a savanização prevista como conseqüência das mudanças climáticas pode estar sendo acelerada pelo fogo. A equipe da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT-NX) está investigando os efeitos do fogo na camada de serapilheira e malha superficial de raízes finas. Hipotetizou-se que a destruição destas estruturas pelo fogo, incluindo plântulas e banco de sementes, deverá provocar um colapso do sistema de retenção e reciclagem de nutrientes, bem como de regeneração natural da floresta, comprometendo sua sustentabilidade em médio prazo, mesmo sob baixa mortalidade de árvores adultas.
    Período: 2007 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Biomassa carbonizada como condicionador de solo: aspectos agronômicos de seu uso em solos do Cerrado
    Em solos de regiões tropicais onde a perda de matéria orgânica já é grande, em função de alta atividade dos microrganismos, se torna ainda maior com o manejo inadequado ou por falta de uma tecnologia que potencialize a permanência do carbono no solo, mantendo os teores de matéria orgânica em níveis adequados, proporcionando melhoras nos atributos químicos, físicos e biológicos do solo e contribuindo para a redução da emissão de CO2 para a atmosfera. O biochar devido sua estrutura aromática é uma forma de carbono altamente estável no solo, que pode contribuir para a mitigação de gases de efeito estufa, como CO2 e N2O, atuar como condicionador de solo, melhorando os atributos do solo em função de suas características físico-químicas, proporcionando aumento de produtividade seja em função da melhora dos atributos do solo ou através de um possível efeito eletrofisiológico. Trabalhos ao longo de décadas demonstram o potencial do biochar como condicionador de solo, aumentando a fertilidade e a eficiência no uso dos nutrientes e conseqüentemente maximizando a produtividade de culturas como soja e arroz, além de contribuir para a redução na emissão de gases como o N2O
    Período: 2011 - 2014 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Bases genéticas, ambientais e biológicas para aplicações em conservação de populações de Arapaima gigas em lagos no Cerrado da Amazônia Legal
    (PRONEX-2010 - FAPEMAT). A presente proposta visa conhecer, a partir de investigações genéticas (microssatélites), ambientais (geomorfologia, fitofisionomia, limnologia) e biológicas (alimentação e expressão diferencial de genes), as possibilidades de riscos de extinções locais dos estoques naturais de Arapaima gigas que ocorrem nas lagoas marginais, nas regiões mais a montante das planícies de inundação da bacia do Araguaia. Por serem ambientes de cerrado na Amazônia Legal, faz-se necessário oferecer subsídios teóricos e práticos para programas específicos de conservação dessas populações e preservação desses ambientes
    Período: 2011 - 2014 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Assessing the impacts of the 2010 drought at the Amazon forest-savanna zone of tension
    Durante o ano de 2010, a Bacia Amazônica passou por um período de seca atípico, o que representa um efeito similar ao previsto para o futuro climático da região. Os principais modelos climáticos preveem um aumento na duração da estação seca e nas médias de temperatura já no começo do século atual como consequência das mudanças climáticas globais. A sequencia atual de secas (1997/98, 2005 e agora em 2010) podem muito bem ser um evento aleatório. Mas independente disto, o presente evento de seca pode ajudar a entender como os ecossistemas de florestas úmidas, florestas decíduas e savanas da Bacia Amazônica, bem como suas respectivas espécies, respondem à seca, auxiliando, assim, na compreensão da possível magnitude do declínio da Floresta Amazônica em função da seca.
    Período: 2011 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Padrões e determinantes da diversidade funcional e filogenética no Cerrado
    O objetivo geral do projeto é compreender quais variáveis determinam os valores de diversidade funcional e filogenética e de traços funcionais no Cerrado, em diferentes escalas e para diferentes grupos de organismos
    Período: 2011 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • PELD fase I - Transição Cerrado-Floresta Amazônica: bases ecológicas e sócio-ambientais para a conservação
    O projeto faz parte do Programa PROJETOS ECOLÓGICOS DE LONGA DURAÇÃO - PELD do CNPq. O abjetivo principal é ampliar o conhecimento dos processos dinâmicos e os parâmetros fisionômicos, estruturais e ambientais envolvidos na caracterização e funcionamento das unidades de paisagem que compõem o Parque Municipal do Bacaba e o conhecimento dos processos sociais da comunidade do entorno. O projeto visa também subsidiar iniciativas de manejo e conservação da biodiversidade e meio físico e de restauração de ecossistemas regionais
    Período: 2010 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Rede Sisbiota- ComCerrado Diversidade biológica do Cerrado: estrutura e padrões
    Atualmente a rede conta com oito núcleos regionais sediados nos seguintes estados e instituições: Minas Gerais núcleos UFMG e Biotrópicos/UFVJM (Diamantina), DF núcleo UnB, Goiás núcleo UFG, Mato Grosso núcleos UFMT e UNEMAT, Bahia núcleo UFBA e Maranhão núcleo UEMA/UFMA. Os principais objetivos dos núcleos regionais da rede ComCerrado são: 1. mobilizar a capacidade científica e recursos para resolver problemas regionais específicos; 2. criar uma interação dinâmica com as comunidades científicas e outros setores da sociedade; 3. integrar universidades, institutos de pesquisa, órgãos de decisão política, organizações nãogovernamentais. As Atividades dentro de cada nodo são supervisionadas pelo Comitê Científico e pela Secretaria Executiva da rede ComCerrado (SEPED-MCT). Os critérios para seleção (por meio de carta-convite pública) dos núcleos regionais foram: infra-estrutura instalada (coleções biológicas, processamento de informações, etc), programas de treinamento de recursos humanos em nível de pós-graduação nas áreas de atuação da rede, compromisso com atividades de extensão e treinamento em diferentes níveis, conexão com instituições regionais
    Período: 2011 - 2013 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Museu da Cidadania
    O projeto Museu da Cidadania , ligado ao Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação do Campus de Nova Xavantina-UNEMAT, está relacionado a uma série de ações de extensão de ampla abrangência na região leste do estado de Mato Grosso. Foram selecionados 15 municípios tendo por base os seguintes critérios: menor IDH, menor renda per capita, maior índice de analfabetismo, presença de assentamentos de reforma agrária e terras indígenas. Dentre os selecionados, 11 municípios também fazem parte do Território da Cidadania Baixo Araguaia, um programa do Governo Federal que visa reduzir as desigualdades sociais e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que vivem nas regiões mais carentes e isoladas do País (www.territoriosdacidadania.gov.br). De uma população de 112.934 pessoas que serão contempladas com a presente proposta, 44% vivem na zona rural, 4.439 são agricultores familiares e 11.915 são famílias assentadas ocupando 988.275,6 hectares (MDA 2009). Além disso, os 15 municípios selecionados apresentam nove terras indígenas e o IDH médio é de 0,687, valor inferior ao do estado de Mato Grosso (0,796) e do Brasil (0,813). O projeto está enfocado em dois pontos principais: a difusão do conhecimento científico e tecnológico e a demonstração prática destes conhecimentos dentro de um contexto local e regional. Para tanto, o projeto conta com uma equipe multidisciplinar qualificada e com a perspectiva de parcerias com os municípios envolvidos, buscando viabilizar o acesso do público em geral ao conhecimento científico e tecnológico e promovendo ações que contribuam com a redução das desigualdades sociais. O projeto conta com as seguintes linhas de ação: Identificação e caracterização de problemas na área de meio ambiente, agricultura, saúde e educação em 15 municípios da região leste do estado de Mato Grosso; Equipagem e operacionalização de um museu itinerante, denominado Museu da Cidadania , com enfoque em temas de ciências naturais, agricultura, tecnologias
    Período: 2010 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: EXTENSAO
  • Estudo das interações ambientais no Cerrado sob o contexto das mudanças climáticas no Estado de Mato Grosso
    O presente projeto tem como objetivo pesquisar o comportamento das variáveis ambientais no contexto das interações solo-planta e água-solo na Bacia Hidrográfica do Bacaba em Nova Xavantina MT. O monitoramento contínuo em duas paisagens, uma natural e outra antropizada, permitirá a análise e compreensão dos processos que afetam o balanço hídrico e consequentemente as prováveis alterações nas condições climáticas da região. Espera-se com isto contribuir na formulação de políticas publicas/privadas na conservação dos recursos naturais
    Período: 2010 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Uso sustentável e conservação do Bioma Cerrado pela ocupação racional dos solos, recuperação de áreas degradadas e inserção de agrocombustíveis
    Período: 2011 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • A transição Cerrado-Floresta Amazônica em foco: uma troca de experiências entre UnB e UNEMAT
    O objetivo do projeto é promover e melhorar a competência científica dos docentes e discentes envolvidos e implementar a execução de pesquisas relacionadas à transição Cerrado-Floresta Amazônica e à conservação da biodiversidade desta importante zona de tensão ecológica. Promover missões de pesquisa e docência conjuntas (UnB e UNEMAT) para consolidar o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da UNEMAT na perspectiva de alcançar o fortalecimento de uma pós-graduação efetiva e consolidada. Promover a capacitação científica através da participação de docentes/orientadores e discentes da UNEMAT e da UnB nas atividades de pesquisa que serão desenvolvidas no decorrer do presente projeto. Fortalecer as linhas de pesquisa em Ecologia de Sistemas e Comunidades de Áreas Úmidas e Ecologia de Sistemas e Comunidades Terrestres no contexto da pesquisa acadêmica da UNEMAT com ênfase na zona de transição Cerrado-Floresta Amazônica. Estimular a produção científica dos docentes e discentes através da efetivação e continuidade da parceria entre a UnB e a UNEMAT
    Período: 2008 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Fire, land use, and the savannization of seasonally-dry Amazon forests. Sub-Project Fertilization.
    O presente projeto tem por objetivo desenvolver durante dois anos os seguintes trabalhos de pesquisa: (a) experimentos em larga escala da mortalidade de florestas e experimentos de fertilização através de queimada prescrita; (b) dinâmica da vegetação, cobertura da terra e modelagem climática. Os resultados deverão trazer uma compreensão mais clara do papel do fogo no processo de savanização da Amazônia e a importância de maciços florestais individuais para evitar mudanças drásticas na Amazônia
    Período: 2009 - 2011 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Uso de carvão vegetal pirogênico como condicionante de solo (Biochar) em fruticultura e reflorestamento de espécies nativas e exóticas na agricultura familiar
    O objetivo do projeto é testar diferentes concentrações de Biochar na produção de mudas, crescimento e produtividade em campo de espécies frutíferas e florestais nativas e exóticas de interesse para a agricultura familiar. Um objetivo secundário é também verificar os efeitos na retenção e disponibilização de nutrientes para as culturas. O registro de patente de produto, conforme os resultados em campo, será efetivado como uma das metas do projeto.
    Período: 2009 - 2011 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização Física, Ambiental e Potencial Ecoturístico das Cachoeiras do Complexo Serra do Roncador, Nova Xavantina-MT
    O objetivo do projeto é realizar um inventário inédito de fauna e flora em cachoeiras no leste Mato-grossense, município de Nova Xavantina, focando a conservação de recursos hídricos, educação ambiental e ecoturismo. Os levantamentos utilizam metodologia para avaliar a fauna, a flora e o substrato físico (solo ou material orgânico) a montante, na queda e a jusante em três cachoeiras em microbacias do Rio das Mortes. Analizou-se o nível de conservação, as diferenças na diversidade biológica e os processos que indicam formas de uso e ocupação que preservem a integridade ambiental. Lança-se o desafio de propor protocolos multidisciplinares para conservação de Áreas de Preservação Permanentes com uso sustentado para ecoturismo
    Período: 2009 - 2010 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Tecnologia de bases ecológicas para a recomposição, uso sustentável de florestas de galeria e proteção de recursos hídricos
    A função hidrológica das florestas de galeria apresenta um importante papel no controle da qualidade da água e proteção do ecossistema ripário. Mudanças provocadas pela ação antrópica vem afetando a variabilidade biótica desses ecossistemas. O presente trabalho visa testar as bases de uma nova tecnologia de recuperação e preservação de florestas de galeria visando a proteção e o uso sustentável dos recursos hídricos. A compreensão da dinâmica destas florestas e da eficiência de uso dos nutrientes de suas principais espécies, poderá fornecer subsídios importantíssimos para a seleção de espécies-chave que poderão ser utilizadas na recomposição de florestas degradadas
    Período: 2007 - 2009 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Tropical Biomes in Transition: TROBIT (Brasil). Uma contribuição ao estudo global dos determinantes da distribuição da vegetação tropical
    O projeto tem como objetivo adquirir conhecimento, sob novas perspectivas, a respeito das bases fisiológicas que atuam sobre determinantes ambientais e edáficos e que por sua vez influenciam a distribuição da vegetação tropical em escala global. Atividades: a) amostragem de solos e material vegetal em áreas de floresta de transição e vegetação de cerrado; b) análises de laboratório para avaliar as condições de nutrientes foliares e do solo (incluindo isótopos de C e N) que controlam a biomassa e o crescimento da vegetação; c) integração dos dados obtidos nas análises do TROBIT em escala global.
    Período: 2008 - 2009 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APP) e promoção de boas práticas agropecuárias na Bacia do Rio Xingu - Apoio à campanha `Y Ikatu Xingu (EMBRAPA - ISA - UNEMAT)
    Projeto financiado pelo CNPq e executado em parceria com a EMBRAPA e ISA (Apoio à campanha Y´Ikatu Xingu). Visa implantar Unidades Demonstrativas (UD´s) de tecnologia de recuperação de áreas degradadas e adoção de boas práticas agropecuárias, inlcuindo integração floresta-lavoura-pecuária.
    Período: 2007 - 2009 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Florística, estrutura e características ambientais de fragmentos naturais de florestas inundáveis (impucas ou ipucas) no Parque Estadual do Araguaia
    A Planície do Araguaia é um mosaico vegetacional, destacando-se pela elevada biodiversidade. As impucas são fragmentos naturais de floresta inundável, localizados em áreas de planície de inundação sazonal. O objetivo deste estudo é caracterizar a florística, a estrutura da vegetação e o meio físico das impucas do Parque Estadual do Araguaia visando fornecer informações que poderão subsidiar ações de uso e manejo destas raras formações. O conhecimento gerado poderá subsidiar políticas públicas do estado de Mato Grosso. A capacitação de moradores locais para a atuação como guias, com atividade remunerada, poderá contribuir para a melhoria da qualidade de vida da comunidade e promover a conservação das impucas. Projeto financiado pela FAPEMAT Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso
    Período: 2007 - 2009 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Dinâmica da comunidade arbustivo-arbórea de uma floresta de galeria em Nova Xavantina-MT
    O presente trabalho visa desenvolver um estudo da dinâmica da vegetação arbustivo-arbórea e da regeneração natural e avaliar a variação de fatores abióticos da Floresta de Galeria do Córrego Bacaba, Parque do Bacaba, Nova Xavantina-MT, decorridos sete anos desde a primeira avaliação. Em 2001 a floresta foi atingida por uma queimada acidental que pode ter alterado drasticamente sua estrutura e diversidade florística. O estudo dessa comunidade é essencial, pois ela protege um manancial que abastece, sem tratamento prévio, a população de um bairro de Nova Xavantina. A análise das variações florísticas e estruturais e das inter-relações com as variáveis ambientais fornecerá subsídios para garantir a preservação desta floresta e permitir a recuperação de seus trechos degradados
    Período: 2006 - 2008 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização e classificação dos Campos de Murundus do Parque Estadual do Araguaia com aplicações em Ecoturismo
    A vegetação do Pantanal Mortes-Araguaia, onde está situado o Parque Estadual do Araguaia, foi ainda pouco estudada. Dentre as principais fitofisionomias destacam-se os Campos de Murundus, formados por ilhas de vegetação situadas em um campo úmido. Os Campos de Murundus são classificados de acordo com a origem de sua formação, baseada em fatores bióticos ou abióticos. O conhecimento científico detalhado dos Campos de Murundus do Parque embasará a elaboração de um Guia Ilustrado a ser utilizado em ações de ecoturismo
    Período: 2005 - 2007 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • A influência da fertilidade do solo em um cerrado sensu stricto e um cerradão em Nova Xavantina-MT
    O objetivo do presente trabalho foi investigar os determinantes físicos de fitofisionomias adjacentes no Bioma Cerrado. Verificamos se as diferenças florísticas e estruturais de dois tipos bastante distintos de vegetação (floresta e savana) estavam sendo determinadas pelo solo, especialmente a fertilidade, em área de reserva biológica no leste mato-grossense. Foi efetuado um levantamento florístico e fitossociologico de um cerrado sensu stricto (savana) e um cerradão distrófico (floresta), ocorrendo lado a lado, ambos sobre Latossolo Amarelo e na mesma situação topográfica no Parque do Bacaba, Campus da UNEMAT, Nova Xavantina-MT. Foram coletadas amostras de solo e determinadas as concentrações de nutrientes, textura, além de outros parâmetros. Nenhuma diferença importante foi verificada entre os solos das duas áreas, à excessão da textura. O solo sob o cerradão, com textura mais argilosa pode estar retendo melhor a umidade ao longo do ano e por isso permitindo o estabelecimento das espécies arbóreas típicas de cerradão. Com base nesses resultados, estamos propondo mais um fator determinante das fitofisionomias do Bioma Cerrado: a textura do solo. Assim, as fitofisionomias do bioma seriam determinadas por seis fatores, ao invés dos cinco aceitos atualmente. Para confirmar a hipótese, trabalhos com dinâmica da água no solo são necessários nas duas áreas.
    Período: 2001 - 2003 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
Áreas de Atuação
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia Aplicada :: Conservação do solo e da água
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia Aplicada :: Recuperação de Áreas Degradadas
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia de Comunidades ::
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia de Ecossistemas ::
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia de Ecossistemas :: Ecologia do Cerrado
Idiomas
  • Espanhol: Lê: BEM, Fala: BEM, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: BEM
  • Inglês: Lê: BEM, Fala: BEM, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: BEM
Banca Julgadora
Tipo de Produção < 201120122013Total
Banca Julgadora para Concurso Público10001
Participação em Banca de Aperfeiçoamento Especialização30003
Participação em Banca de Exame de Qualificação00123
Participação em Banca de Graduação1392024
Participação em Banca de Mestrado20204
Total1995235
Eventos
Tipo de Produção < 20112012Total
Participação em Congresso7007
Participação em Encontro6006
Participação em Oficina2013
Participação em Seminário3003
Participação em Simpósio1102
Total191121
Orientação
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Orientação em Andamento de Doutorado001214
Orientação em Andamento de Mestrado000404
Orientações Concluídas para Mestrado011035
Orientações em Andamento para Graduação001203
Outras Orientações Concluídas17732029
Total178610445
Prêmios
Tipo de Produção < Total
Prêmios22
Total22
Produção Bibliográfica
Tipo de Produção < 20112012201320142015Total
Apresentação de Trabalho3000003
Artigo Aceito para Publicação0000639
Artigo Publicado5910108042
Capitulo de Livro Publicado2000002
Curso de Curta Duração Ministrado1000001
Livro Publicado ou Organizado1000001
Organização de Evento2000002
Outras Bancas Julgadoras73100011
Outras Participações em Eventos e Congressos4010005
Outras Produções Bibliográfica6000006
Texto em Jornal ou Revista360000036
Trabalho em Eventos4721530076
Total114331713143194
Produção Técnica
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Patente100001
Produto Tecnologico100001
Trabalho Técnico5315418
Total7315420
Pós-Graduação Fale Conosco Financiadores
Coordenação Geral do Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia - PPG-BIONORTE
Universidade Estadual do Maranhão - Cidade Universitária Paulo VI - Predio da Veterinária
Av. Lourenço Vieira da Silva, nº 1000 - CEP: 65.055-313 - São Luis (MA)
Página Inicial  •  Mapa do Site  •  Contato  •  Área Restrita