Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Bionorte
Bionorte
   Brasil, quarta-feira, 21 de Agosto de 2019.CPF:Senha:

Currículo

Currículo do Pesquisador

Alcina Vieira de Carvalho Neta
CitaçõesCARVALHO NETA, A. V.;CARVALHO NETA, A;de Carvalho Neta, Alcina Vieira
TitulaçãoPós-Doutorado
ÁreaCIENCIAS_BIOLOGICAS :: Morfologia
Formação
  • Pós-Doutorado - Periodo: 2012 a 2012 - Universidade Federal de Minas Gerais
  • Doutorado - Periodo: 2004 a 2007 - Ciência Animal
    Universidade Federal de Minas Gerais
  • Mestrado - Periodo: 2002 a 2004 - Medicina Veterinária
    Universidade Federal de Minas Gerais
  • Graduação - Periodo: 1996 a 2002 - Medicina Veterinária
    Universidade Estadual do Maranhão
Atuação Profissional
  • Centro Universitário de Ensino Superior do Maranhão- / Periodo: 2000 a 2000
  • Ciência Rural- / Periodo: 2014 a atual
  • Colégio Humberto Ferreira- / Periodo: 1998 a 1998
  • Colégio Silva Martins- / Periodo: 2001 a 2001
  • Consultório Veterinário- / Periodo: 1997 a 1999
  • Fundação de Amparo a Pesquisa do Maranhão- / Periodo: 2016 a atual
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2002 a 2004
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 1999 a 2002
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2001 a 2001
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2001 a 2001
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2001 a 2001
  • Instituto Evandro Chagas- / Periodo: 2000 a 2000
  • Merit Research Journal of Medicine and Medical Sciences (MRJMMS)- / Periodo: 2015 a atual
  • Polícia Militar do Maranhão- / Periodo: 1999 a 1999
  • Universidade do Vale do Rio Verde- / Periodo: 2003 a 2004
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2017 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2017 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2016 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2016 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2008 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2008 a atual
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2005 a 2005
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2001 a 2001
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 2000 a 2000
  • Universidade Estadual do Maranhão- / Periodo: 1999 a 1999
  • Universidade Federal de Minas Gerais- / Periodo: 2008 a atual
  • Universidade Federal de Minas Gerais- / Periodo: 2005 a 2007
  • Universidade Federal de Minas Gerais- / Periodo: 2004 a 2007
  • Universidade Federal de Minas Gerais- / Periodo: 2002 a 2007
  • Universidade Federal de Minas Gerais- / Periodo: 2001 a 2001
  • Universidade Federal do Maranhão- / Periodo: 1999 a 1999
  • Universidade Federal Rural da Amazônia- / Periodo: 2007 a 2008
Linha de Pesquisa
  • Aspectos clinicos, epidemiológicos e imunopatologicos das doenças que acometem os animais domésticos
  • Biologia e Patologia Molecular
  • Patologia, Diagnóstico e Patogênese das Doenças Infecciosas
Projetos de Pesquisa
  • PESQUISA DE Toxoplasma gondii EM SUÍNOS SUBMETIDOS AO ABATE CLANDESTINO E COMERCIAL ATRAVÉS DE MÉTODOS SOROLÓGICO, PARASITOLÓGICO E MOLECULAR
    Toxoplasma gondii é o agente etiológico da toxoplasmose, enfermidade que acomete animais homeotérmicos e tem como hospedeiros definitivos os felídeos. Esta zoonose pode causar sérios danos a seres humanos, com sintomatologia agravada em indivíduos imunocomprometidos, podendo levar a sérios danos ao sistema nervoso central. O entendimento da cadeia epidemiológica desta doença é fundamental para promover ações de controle e profilaxia. O parasitismo por este protozoário afeta grande parte da população humana e animal (mais de 300 espécies de animais entre mamíferos e aves ? domésticos ou silvestres) em todo o. Merece grande atenção por ser de importância médica e veterinária, com necessidade do aprimoramento de técnicas diagnósticas de maior eficácia e precisão temporal da infecção para promover aumento na segurança alimentar e nos índices produtivos. Não se tem conhecimento de vigilância epidemiológica nos animais destinados ao abate. Deste modo, a ausência de exames sorológicos nos animais destinados ao abate permite que os produtos cárneos sejam comercializados livremente, sem fiscalização, visto que na linha de abate não é possível detectar a presença do parasito. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo pesquisar a presença de T. gondii em suínos submetidos ao abate clandestino e abate comercial, utilizando métodos de diagnósticos sorológico, parasitológico e molecular.
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Infecção por Campylobacter fetus e Tritrichomonas foetus com análise do perfil de expressão gênica de mRNA para CXCL8 (IL-8) e Receptores Semelhantes ao Toll em búfalos (Bubalus bubalis) da Baixada Maranhense, Maranhão ? Brasil
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • BIOLOGIA REPRODUTIVA E EXPRESSÃO GÊNICA GONADAL EM GENYATREMUS LUTEUS (BLOCH, 1790) - (TELEOSTEI, PERCIFORMES: HAEMULIDAE)
    Os peixes teleósteos estuarinos e marinhos representam importantes recursos pesqueiros, sobretudo de subsistência. Entretanto, a sustentabilidade destes recursos está ameaçada, pois a sua exploração vem produzindo grandes impactos nas populações naturais. Estudos sobre biologia reprodutiva das espécies, associados a outros de cunho socioambiental, são necessários para que futuras medidas de manejo e conservação sejam adotadas, visando a manutenção dos ecossistemas. A espécie Genyatremus luteus, popularmente conhecida no Maranhão como peixe-pedra ou roncador, foi classificada como uma espécie estuarino-marinha, de habitat preferencialmente costeiro, vivendo especialmente em estuários e lagunas, sobre fundos de lama, areia e pedras. Tem mostrado grande potencial para a exploração pesqueira extrativista e, sobretudo, para a perspectiva do avanço da piscicultura marinha no Estado, devido à qualidade da carne, valor econômico. As informações acerca da biologia reprodutiva e maturação gonadal do G. luteus ainda são escassas. Dessa forma, este projeto tem como objetivo avaliar perfil de esteroides sexuais em Genyatremus luteus em diferentes estágios de maturação gonadal na Ilha do Maranhão.
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização da ancestralidade genética da Amazônia Maranhense: avaliação populacional e forense.
    Esse projeto de pesquisa tem como objetivo caracterizar a ancestralidade genética da Amazônia Maranhense através de Marcadores Informativos de Ancestralidade do tipo microssatélites localizados em cromossomos autossômicos e sexuais bem como sua aplicação para análise forense.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Infraestrutura laboratorial multidisciplinar da pós-graduação
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • DESTINO DO LIXO BIOLÓGICO PRODUZIDO NO CAMPUS PAULO VI/ UEMA. AVALIAÇÃO DO IMPACTO AMBIENTAL E ESTABELECIMENTO DE SOLUÇÕES APLICÁVEIS.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: EXTENSAO
  • Hemodinâmica e expressão gênica e proteica do trato reprodutivo de vacas nelore (Bos indicus) tratadas com diferentes indutores de ovulação e ECG em protocolos de IATF
    O objetivo deste estudo é avaliar o efeito dos indutores de ovulação Bezoato de estradiol (BE) e Cipionato de estradiol (ECP) e da Gonadotrofina coriônica equina (eCG) na hemodinâmica, expressão gênica e proteica do trato reprodutivo de vacas Nelore (Bos indicus). Serão utilizadas 40 fêmeas bovinas, multíparas, lactantes da raça Nelore (Bos indicus), com período pós-parto entre 35 e 60 dias. Em dia aleatório do ciclo estral (D0) todos os animais receberão um dispositivo intravaginal contendo 1g de progesterona (P4) + 2mg de benzoato de estradiol. No dia 8 os dispositivos intravaginas serão removidos e administrados 0,150 mg de d-cloprostenol em todos os animais. As fêmeas serão subdivididas aleatoriamente em 4 grupos, e alocadas de acordo com o indutor de ovulação: Grupo CE (n=10); Grupo CE+eCG (n=10); Grupo BE (n=10) e Grupo BE + eCG (n=10). No D10 todas as fêmeas serão submetidas à aspiração folicular guiada por ultrassom (OPU) para recuperação in vivo de fluido folicular e células da granulosa para aferição da síntese hormonal e expressão gênica. Para avaliação da expressão gênica e imunohistoquímica uterina e luteal será realizado biopsia em todas as fêmeas no D10 e no D17. Será avaliada as expressão dos genes LHR (receptor de LH); FSHR (receptor de FSH) no folículo dominante; PGR-A; PGR-B; PGR-C (receptores de P4); VEGF-A (receptor fator de crescimento endotelial vascular) e OXTR (receptor de ocitocina) no endométrio; ESR-1; ESR-2; ESR-3 (receptores de E2) no corpo lúteo, a expressão da p450arom (CYP19A1) no líquido folicular e das proteínas ANG (Angiogenina, ribonuclease, RNase A, 5 ), ANGT1 (angiopoietina 1), NOS2 (Óxido nítrico sintase 2), ADM, (adrenomedulina), PRSS2 (protease serina 2) (tripsina), MMP9 (metalopeptidase 9 de matriz) e PLAU (ativador de plasminogênio, uroquinase).Concomitantemente aos procedimentos de seleção OPU e biopsia, serão realizadas avaliações ultrassonográficas para estudo da dinâmica ovariana (folículos e corpos lúteos) e colheita de sangue para avaliação das concentrações hormonais de E2 e P4.
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • IMPLANTAÇÃO DO LABORATÓRIO DE BIODIVERSIDADE MOLECULAR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • PROJETO DE IMPLEMENTAÇÃO DE INFRAESTRUTURA PARA MANUTENÇÃO E PRESERVAÇÃO DE MATERIAL BIOLÓGICO NO LABORATÓRIO DE BIODIVERSIDADE MOLECULAR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO.
    O alvo principal desta proposta é a implementação de um sistema de preservação e manutenção de material biológico das pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Biodiversidade Molecular. Nesse contexto apresentamos essa solicitação de auxílio para compra de equipamento de congelamento de amostras experimentais inseridas em diferentes pesquisas desenvolvidas por nosso grupo de pesquisa. É importante ressaltar que outros grupos de pesquisa também tem acesso a este laboratório, o que amplifica a possibilidade de formação de recursos humanos e produção de conhecimento científico e tecnológico. A estrutura de equipamento proposta será para uso comum dos grupos de pesquisa associados, que possibilitará complementar a necessidade estrutural para consolidação de pesquisas de excelência nas áreas biológicas, moleculares, morfológica e genética. A principal pesquisa associada à esta demanda é o estudo da patogênese de doenças e conhecimento do perfil imunológico e molecular associado a biodiversidade da espécie bubalina, contudo outras espécies são alvo de estudo e tem alcançado resultados interessantes com elevado potencial de produção científica de qualidade. A contemplação desta proposta atenderia às pesquisas atualmente vigentes, sendo elas: 1.Caracterização e Localização de Genes do Complexo de Histocompatibilidade Maior (MHC) de classe I não clássico em búfalos Subprojetos: 1.1. Expressão do Complexo de Histocompatibilidade Principal de Classe I Não clássico Na Placenta Bubalina; 1.2 Caracterização e Variabilidade de Genes do Complexo de Histocompatibilidade Principal de Classe I Não Clássico em Búfalos. 2.Expressão do Complexo de Histocompatibilidade Principal na Espermatogênese Bovina; 3.Avaliação Histológica dos níveis de espermatogênese em tecido testicular bovino; 4.Detecção Molecular de Listeria sp. em Bovinos com Desordens Reprodutivas; 5.Infecção por Campylobacter fetus e Tritrichomonas foetus com análise do perfil de expressão gênica de mRNA para CXCL8 (IL-8) e Receptores Semelhantes ao Toll em búfalos (Bubalus bubalis) da Baixada Maranhense.
    Período: 2015 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • efeito da estrategia de desmame sobre a resposta hematológica, anti-helmintica e o desenvolvimento de bezerras da raça nelore
    Período: 2011 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização histopatológica e imunohistoquímica e molecular das alterações imunopatológicas e parasitárias ocorridas na medula espinhal de cães com LVC
    O SNC é considerado um sistema imunologicamente privilegiado, pois possui barreiras que o protege da exposição aos patógenos, tais como a barreira hematoencefálica (BHE) e a barreira do líquido cefalorraquidiano (LCR), no entanto, a literatura tem mostrado através de relatos de casos que essas estruturas sofrem danos durante a infecção por Leishmania que resultam na entrada de células e substâncias do sangue para o tecido nervoso e consequentemente determina lesões que podem causar sintomas neurológicos. Para o entendimento das características imunopatológicas envolvidas na LVC, especialmente no SNC são necessárias investigações e determinações da lesão específica da medula espinhal associando-a com os perfis de expressão de citocinas e quimiocinas no local, de modo a definir claramente os mecanismos de patogênese, interação e resposta imunológica que determinam a manifestação da doença.
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização in situ de aspectos imunopatológicos e parasitários da leishmaniose visceral no trato reprodutor masculino de cães.
    A leishmaniose visceral canina (LVC) é uma doença endêmica em muitos países, incluindo o Brasil, de grande importância tanto na saúde humana quanto na saúde animal. É causada pelo protozoário Leishmania chagasi, transmitido através da picada de insetos hematófagos, sobretudo a espécie Lutzomyia longipalpis, sendo o cão o principal reservatório e fonte de infecção no ambiente urbano e semi-urbano. No entanto, a ocorrência da doença na ausência do vetor biológico tem sido relatada, com destaque para a transmissão venérea. Assim, estudos que envolvam aspectos imunopatológicos e parasitários do trato reprodutor de cães acometidos pela LVC tornam-se extremamente relevantes. Com isso, o objetivo deste projeto é caracterizar a infecção do trato reprodutor masculino de cães na leishmaniose visceral.
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • CARACTERIZAÇÃO E LOCALIZAÇÃO DE GENES DO COMPLEXO DE HISTOCOMPATIBILIDADE MAIOR (MHC) DE CLASSE I NÃO CLÁSSICO EM BÚFALOS.
    O complexo de histocompatibilidade maior (MHC) de classe I está envolvido no desenvolvimento da pré-implantação do embrião e interações materno-fetal. Moléculas de MHC de classe I não clássico, em particular, têm sido associadas com a reprodução bem sucedida em seres humanos e camundongos. Entretanto, em bubalinos, não há estudos acerca de tais moléculas. Considerando a hipótese da presença de MHC de classe I não clássico no processo de implantação embrionária em bubalinos, este trabalho tem como objetivo caracterizar e determinar o polimorfismo dos genes do Complexo De Histocompatibilidade Maior (MHC) de classe I não clássico em búfalos. Para tanto, serão realizados testes de expressão gênica, através de RT-PCR com iniciadores específicos para a molécula em questão e genotipagem através de técnicas e análises de sequenciamento, o que permitirá o conhecimento da variabilidade genética dos genes de MHC de classe I não clássicos nessa espécie animal. Adicionalmente, será realizada a comparação do padrão de variação da sequência de MHC I não clássico em bubalinos com o observado em bovinos. Os resultados obtidos com a conclusão deste estudo abrirão perspectivas futuras para a criação de um marcador para a qualidade embrionária ou uma resposta para os estudos de casos de aborto em bubalinos. Além disso, será possível descrever a composição genética do complexo não clássico da população bubalina do Maranhão, contribuindo para a construção de bases de dados de referência para documentar a variação genética de MHC-I em bubalinos.
    Período: 2014 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • PROGRAMA DE SANIDADE NO REBANHO MARANHENSE
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • DETECÇÃO MOLECULAR DE LISTERIA SP EM BOVINOS COM DESORDENS REPRODUTIVAS
    A Listeria monocytogenes é caracteristicamente encontrada na natureza, dessa forma, condições sanitárias inapropriadas durante o abate, manejo e armazenamento de produtos e subprodutos derivados de bovinos contribuem para o potencial zoonótico da Listeria monocytogenes, além da contaminação entre animais dada a falta de instalações adequadas de bebedouros e comedouro, uma vez que bovinos contaminados assintomáticos podem transmitir o agente etiológico e a ausência de medidas profiláticas. A rápida detecção de agentes abortivos na fase inicial de um surto utilizando métodos moleculares contribui para minimizar o alastramento da infecção e aumentando a eficácia do tratamento. Dessa forma, a PCR pode ser utilizada como uma ferramenta de diagnóstico para o diagnóstico etiológico do aborto em bovinos, como um complemento ou substituição de demorado métodos de diagnóstico tradicionais, tais como a cultura bacteriana. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar a ocorrência de Listeria sp. em bovinos com desordens reprodutivas
    Período: 2015 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • EXPRESSÃO DO COMPLEXO DE HISTOCOMPATIBILIDADE PRINCIPAL NA ESPERMATOGÊNESE BOVINA
    O Complexo de Histocompatibilidade Principal de classe I não clássico (MHC-Ib) é caracterizado por possuir distribuição tecidual e variação genética específicas. Como uma importante molécula imunomoduladora, o MHC-Ib inibe a atividade citotóxica de células T, células natural killer (NK), a lise e a proliferação celular. É provável que o MHC-I não clássico não só expressa em tecidos reprodutivos masculinos, mas também desempenha um papel importante na regulação da fertilidade masculina, tanto em homens quanto em bovinos.Este projeto tem como objetivo avaliar a expressão gênica de MHC de Classe I não clássico em tecidos testiculares com diferentes capacidades espermatogênicas.
    Período: 2015 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Perfil de expressão dos genes de MHC e Toll na placenta de camundongas experimentalmente infectadas por Toxoplasma gondi.
    As falhas na concepção como aborto, morte fetal, natimorto e defeitos congênitos podem estar associados a agentes infecciosos e não-infecciosos. Entre as causas infecciosas, o Toxoplasma gondii é apontado como um dos principais responsáveis por abortamento em animais e seres humanos. Devido ao importante papel da placenta na prevenção de doença e proteção ao feto o conhecimento da cinética de resposta desta estrutura durante a infecção por T. gondii é crucial para a compreensão das perdas consequentes na toxoplasmose congêntia. Uma das hipóteses apontadas é que a passagem do protozoário pela barreira transplacentária possa ocorrer através de leucócitos maternos infectados, o que permitiria o acesso para o mesênquima fetal subjacente. Sendo assim, a elucidação de como se dá a invasão tecidual é essencial para entender o mecanismo de passagem do parasito através das vilosidades da placenta. A infecção pelo T. gondii tem custos socioeconômicos significativos, relacionados tanto as formas graves da doença em seres humanos, como as perdas econômicas ocasionadas na pecuária (Ueno et al, 2015). Entender os mecanismos de ação do parasito, como sua distribuição pelos tecidos do hospedeiro durante a infecção e as respostas locais e sistêmicas geradas será importante na concepção de novas abordagens de prevenção. Além disso, esses conhecimentos poderão contribuir na aplicação de terapias que visem minimizar a carga de infecção no cérebro ou a prevenção da transmissão transplacentária ao feto em desenvolvimento.
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização e expressão do Complexo de Histocompatibilidade Maior de Classe I não clássico na placenta bubalina.
    O complexo de histocompatibilidade maior (MHC) de classe I está envolvido no desenvolvimento da pré-implantação do embrião e interações materno-fetal. Moléculas de MHC de classe I não clássico, em particular, têm sido associadas com a reprodução bem sucedida em seres humanos e camundongos. Entretanto, em bubalinos, não há estudos acerca de tais moléculas. Considerando a hipótese da presença de MHC de classe I não clássico no processo de implantação embrionária em bubalinos, este trabalho tem como objetivo caracterizar e determinar o polimorfismo dos genes do Complexo De Histocompatibilidade Maior (MHC) de classe I não clássico em búfalos. Para tanto, serão realizados testes de expressão gênica, através de RT-PCR com iniciadores específicos para a molécula em questão e genotipagem através de técnicas e análises de sequenciamento, o que permitirá o conhecimento da variabilidade genética dos genes de MHC de classe I não clássicos nessa espécie animal. Adicionalmente, será realizada a comparação do padrão de variação da sequência de MHC I não clássico em bubalinos com o observado em bovinos. Os resultados obtidos com a conclusão deste estudo abrirão perspectivas futuras para a criação de um marcador para a qualidade embrionária ou uma resposta para os estudos de casos de aborto em bubalinos. Além disso, será possível descrever a composição genética do complexo não clássico da população bubalina do Maranhão, contribuindo para a construção de bases de dados de referência para documentar a variação genética de MHC-I em bubalinos.
    Período: 2014 - 2016 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Diversidade Genética de proechimys em uma região de ecótono.
    Período: 2013 - 2015 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • DETECÇÃO DE TLR (Toll Like Receptor) TIPOS 2 e 4 EM PLACENTA BUBALINA (bubalus bubalis).
    No quesito imunidade, a defesa inicial uterina frente aos micróbios depende do sistema imune inato, incluindo os TLRs (Toll like receptors) e os NLRs (NOD-like receptors) .Os mecanismos de resposta imune inata têm sido bastante estudados na espécie bovina, entretanto, pouco se sabe a respeito da interação de TLRs e NODs com alguns microorganismos que sabidamente causam aborto no terço final de gestação como B.abortus. Em estudos realizados, demonstraram que o TLR-4 e TLR-2 foram intensamente expressos durante a gestação de bovinos. Os mecanismos de controle da expressão diferencial desses genes durante a gestação ainda precisam ser esclarecidos, para conhecimento da interação bactéria com a placenta bubalina e identificação da presença de genes associados à infecção desse agente e a interação do mesmo com o tecido placentário na determinação dos processos inflamatório e necrótico determinantes da manifestação do aborto. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo verificar a expressão de TLR-2 e TLR-4 em diferentes tecidos do trato reprodutor de fêmeas bubalinas gravídicas.
    Período: 2013 - 2014 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Estudo do perfil de expressão gênica e proliferação do colágeno na pele de bezerros infestados com Rhipicephalus (Boophilus) microplus e tratados com Monoterpeno Carvacrol (Lippia Gracilis).
    O Rhipicephalus (Boophilus) microplus constitui-se um dos maiores problemas parasitários enfrentados pela pecuária bovina, sendo responsável por grandes perdas econômicas. Sabe-se que moléculas liberadas pelo carrapato R. Microplus durante a ligação e alimentação da larva ao hospedeiro estimulam respostas imunológicas inatas e adquiridas. Estudos anteriores demonstraram que o carvacrol, composto presente no óleo essencial da planta Lippia gracilis vem sendo usado como um acaricida natural contra a ação do carrapato, além de possuir propriedades antimicrobianas, eliminando diversos tipos de fungos e bactérias mesmo em baixíssimas concentrações e no tratamento de doenças cutâneas, queimaduras, injúrias em geral e úlceras. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito cicatrizante do carvacrol em bezerros infestados com Rhipicephalus (Boophilus) microplus.
    Período: 2013 - 2014 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • EXPRESSÃO DO COMPLEXO DE HISTOCOMPATIBILIDADE MAIOR DE CLASSE I NÃO CLÁSSICO NA PLACENTA BOVINA AO LONGO DA GESTAÇÃO E APÓS INFECÇÃO POR Brucella abortus.
    Os genes do Complexo de Histocompatibilidade Maior (MHC) de classe I não clássicos são monomórficos ou oligomórficos e possuem expressão celular restrita. Além disso, os produtos destes parecem ter diversas funções, dentre elas, atuar como ligantes para receptores inibitórios do complexo natural killer durante a gestação, protegendo o feto da rejeição materna. Considerando a hipótese de que ocorre expressão de MHC-I não clássico em diferentes regiões da placenta bovina variando ao longo da gestação e que a interação entre Brucella abortus e células trofoblásticas altera o perfil de expressão desses genes, este trabalho teve como objetivos caracterizar a expressão de MHC-I não clássico na placenta bovina ao longo da gestação, bem como verificar a expressão destes em células trofoblásticas durante o terceiro trimestre de gestação após estimulação com B. abortus.
    Período: 2012 - 2014 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Avaliação sorológica e molecular do Herpevírus Bovino Tipo 1 (BoHV-1) e Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV) em liquido folicular de fêmeas bubalinas (Bubalus bubalis)
    O vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV) é um vírus pequeno, envelopado, classificado na família Flaviviridae, gênero Pestivirus, seu material genético e constituído por uma molécula de RNA de cadeia simples com orientação positiva, cuja disseminação na população bovina do país foi comprovada por meio de isolamentos e inquéritos sorológicos (VIDOR; 1974; PITUCO et al., 1997; DIAS & SAMARA, 2003; FLORES et al., 2005). Atualmente, o BVDV está classificado em dois genótipos: BVDV-1 e BVDV-2 (VILCEK et al., 2001). Em relação ao efeito da sua replicação em células de cultivo dois biótipos do BVDV podem se distinguir, nas cepas não-citopáticas (NCP) e cepas citopáticas (CP) (LIMA, 2003). O biótipo não citopático é o que normalmente circula nos rebanhos originando animais persistentemente infectados (PI) (BRUM et al., 2004). É considerado um agente infeccioso para diversas espécies animais dentre elas os búfalos. Possui manifestações clínicas diversas incluindo a doença das mucosas, imunossupressão e problemas reprodutivos (MARQUES, 2003). Por serem animais de produção, as doenças infecciosas que apresentam impacto negativo na reprodução e produção possuem especial importância para a espécie bubalina. Objetivou-se com este trabalho avaliar a condição sorológica quanto à presença de anticorpos contra BVDV, bem como avaliar a presença de DNA deste vírus no líquido folicular e células epiteliais do oviduto de fêmeas bubalinas sem histórico de vacinação contra a virose e em idade reprodutiva abatidas em três matadouros-frigoríficos no município de São Luís-MA.
    Período: 2012 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • ALTERAÇÕES PATOLÓGICAS DE RETE OVARII EM BOVINOS
    Período: 2011 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Brucella sp. como bioagente da bursite cervical em bovinos abatidos no Município de São Luís, Maranhão: uma abordagem sorológica, imunohistoquímica, microbiológica e molecular.
    O presente trabalho visa avaliar a presença da Brucella sp, nas bursites cervicais de bovinos abatidos em matadouros frigoríficos no Município de São Luís, Maranhão, através de métodos sorológicos, imunohistoquímicos, descrição anátomo e histopatológica, isolamento bacteriano e reação de cadeia em polimerase.
    Período: 2009 - 2011 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Papel do sistema de secreção tipo IV na internalização e sobrevivência de Brucella, lisa e rugosa, infecção in vitro e in vivo
    Período: 2008 - 2010 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Ecoepidemiologia da leishmaniose visceral na Ilha de São Luís: estudo de vetor e reservatórios doméstico e silvestre
    Período: 2007 - 2010 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Estudo sorológico, isolamento bacteriano e análise molecular de Brucella sp. em búfalos (Bubalus bubalis) da região de Viana, Maranhão
    Período: 2008 - 2010 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Aspectos epidemiológicos de Trypanosoma spp., Babesia bovis e Babesia bigemina em bovinos na ilha de São Luís - MA Descrição: Estudar a soroepidemiologia e epidemiologia molecular de Trypanosoma e Babesia em bovinos de leite da ilha de São Luis, visando i
    Período: 2007 - 2009 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Profile of chemokine and cytokine espression and differentially expressed genes in bovine trophoblast infected with Brucella abortus
    Período: 2005 - 2007 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Nramp1 bovino e resistência natural à brucelose - influência de polimorfismos do Nramp1 sobre a sobrevivência intra-macrofágica da Brucella abortus
    Período: 2005 - 2007 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
Áreas de Atuação
  • CIENCIAS_AGRARIAS :: Medicina Veterinária :: Patologia Animal ::
  • CIENCIAS_AGRARIAS :: Medicina Veterinária :: Patologia Animal :: Patologia das Doenças Infecciosas
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Morfologia :: Citologia e Biologia Celular ::
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Morfologia :: Citologia e Biologia Celular :: Biologia molecular
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Morfologia :: Embriologia ::
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Morfologia :: Histologia ::
Idiomas
  • Francês: Lê: RAZOAVELMENTE, Fala: POUCO, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: RAZOAVELMENTE
  • Inglês: Lê: BEM, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: BEM, Compreende: BEM
  • Português: Lê: BEM, Fala: BEM, Escreve: BEM, Compreende: BEM
Banca Julgadora
Tipo de Produção < 2011201220132014201520162017Total
Banca Julgadora para Concurso Público000000101
Participação em Banca de Doutorado312000118
Participação em Banca de Exame de Qualificação000000426
Participação em Banca de Graduação9200003014
Participação em Banca de Mestrado4331114017
Total166511113346
Eventos
Tipo de Produção < 201120122013Total
Participação em Congresso1000010
Participação em Encontro40004
Participação em Seminário42118
Participação em Simpósio1100011
Total2921133
Orientação
Tipo de Produção < 20112012201320142015201620172018Total
Orientação em Andamento de Iniciação Científica0000000202
Orientação em Andamento de Mestrado0000000224
Orientações Concluídas para Doutorado0001101003
Orientações Concluídas para Mestrado41111111011
Outras Orientações Concluídas1061233120037
Total1472454145257
Produção Bibliográfica
Tipo de Produção < 2011201220132014201520162017Total
Apresentação de Trabalho700000007
Artigo Publicado14210221123
Capitulo de Livro Publicado003000003
Curso de Curta Duração Ministrado100000001
Livro Publicado ou Organizado000001001
Organização de Evento201000003
Outras Bancas Julgadoras101001205
Outras Orientações em Andamento000000112
Outras Participações em Eventos e Congressos200010003
Outras Produções Bibliográfica14000000014
Trabalho em Eventos14103552030
Total55363896292
Pós-Graduação Fale Conosco Financiadores
Coordenação Geral do Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia - PPG-BIONORTE
Universidade Estadual do Maranhão - Cidade Universitária Paulo VI - Predio da Veterinária
Av. Lourenço Vieira da Silva, nº 1000 - CEP: 65.055-313 - São Luis (MA)
Página Inicial  •  Mapa do Site  •  Contato  •  Área Restrita