Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Bionorte
Bionorte
   Brasil, Domingo, 13 de Outubro de 2019.CPF:Senha:

Currículo

Currículo do Pesquisador

Alexandre de Almeida e Silva
CitaçõesSILVA, A. A. E.;Almeida-e-Silva, A.;Silva, Alexandre de Almeida e;Almeida e Silva, Alexandre;Almeida-e-Silva, Alexandre de;SILVA, ALEXANDRE DE A. E;ALMEIDA E SILVA, A.;Silva, Alexandre A;e Silva, A. A.;Silva, Alexandre de Almeida;E SILVA, ALEXANDRE A.;E SILVA, ALEXANDRE A;SILVA, ALEXANDRE A.
TitulaçãoPós-Doutorado
ÁreaCiências Biológicas :: Zoologia
Formação
  • Pós-Doutorado - Periodo: 2012 a 2012 - University of Massachusetts System
  • Pós-Doutorado - Periodo: 2005 a 2007 - Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia
  • Doutorado - Periodo: 1999 a 2004 - Entomologia
    Universidade de São Paulo
  • Mestrado - Periodo: 1997 a 1999 - Entomologia
    Universidade de São Paulo
  • Graduação - Periodo: 1992 a 1995 - Ciências Biológicas
    Universidade de São Paulo
Atuação Profissional
  • ACTA TROPICA- / Periodo: 2016 a atual
  • Centro de Integração Empresa Escola- / Periodo: 1996 a 1996
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto- / Periodo: 2004 a 2005
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2015 a 2017
  • Fundação Oswaldo Cruz- / Periodo: 2011 a 2014
  • Instituto de Pesquisa Em Patologias Tropicais- / Periodo: 2005 a atual
  • Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia- / Periodo: 2009 a 2010
  • International Journal of TROPICAL DISEASE & Health- / Periodo: 2014 a 2014
  • Journal of Agricultural Science and Technology- / Periodo: 2007 a 2007
  • Journal of Entomological and Acarological Research- / Periodo: 2019 a atual
  • JSM Tropical Medicine and Research- / Periodo: 2016 a atual
  • Neotropical Entomology- / Periodo: 2009 a 2009
  • Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal- / Periodo: 2012 a atual
  • Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral de Rondônia- / Periodo: 2010 a 2012
  • Sociedade Brasileira de Medicina Tropical- / Periodo: 2009 a atual
  • Sociedade Entomologica do Brasil- / Periodo: 2009 a atual
  • The Journal of Venomous Animals and Toxins Including Tropical Diseases (Onl- / Periodo: 2016 a 2016
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 2002 a 2004
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 2002 a 2002
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 1999 a 1999
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 1997 a 1999
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 1996 a 1996
  • Universidade de São Paulo- / Periodo: 1993 a 1995
  • Universidade Federal de Rondônia- / Periodo: 2019 a atual
  • Universidade Federal de Rondônia- / Periodo: 2017 a atual
  • Universidade Federal de Rondônia- / Periodo: 2016 a atual
  • Universidade Federal de Rondônia- / Periodo: 2006 a atual
  • Universidade Federal de Rondônia- / Periodo: 2018 a 2018
  • University of Massachusetts System- / Periodo: 2012 a 2012
Linha de Pesquisa
  • Biologia de vetores
  • Entomologia, Biologia de Vetores e Reservatórios de agentes infecciosos
  • Entomologia, Biologia de Vetores e Reservatórios de agentes infecciosos
  • Pesquisa e Desenvolvimento de fármacos e medicamentos
  • Pesquisa e Desenvolvimento de fármacos e medicamentos
Projetos de Pesquisa
  • Avaliação do potencial sinantrópico de insetos vetores em áreas urbanas e periurbanas de Porto Velho, Rondônia, Brasil
    PROGRAMA DE APOIO À PESQUISA PRÓ RONDÔNIA (PAP ? PRÓ RONDÔNIA) CHAMADA PRÓ RONDÔNIA FAPERO/CAPES No. 012/2016
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Programa de apoio ao pesquidor rondoniense (PQR)
    CHAMADA FAPERO No. 003/2017 - PROGRAMA DE APOIO AO PESQUISADOR RONDONIENSE (PQR) Destinado a incentivar os pesquisadores/docentes com título de Doutor, residentes no Estado de Rondônia, que se destaquem entre seus pares, valorizando sua produção científica e tecnológica
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Avaliação do uso de iscas açucaradas (ASB) para dispersão do regulador de crescimento, piriproxifeno, para controle de Aedes aegypti (Diptera: Culicidae)
    CHAMADA FAPERO No. 003/2017 PROGRAMA DE APOIO AO PESQUISADOR RONDONIENSE (PQR) O Aedes aegypti é um importante vetor no Brasil. E durante a hematofagia dos adultos que podem transmitir diferentes arboviroses ao homem, dentre as quais atualmente tem-se dado maior atenção a Dengue, Zika e Chikungunya, devido ao grande número de casos notificados e os óbitos registrados. Diante desse cenário tem sido utilizados variados métodos de controle, incluindo o controle químico através do uso de reguladores de crescimento de insetos, e.g., piriproxifeno, considerado um análogo do hormônio juvenil de inseto e utilizado na forma de larvicida e mais, atualmente, junto a estações disseminadoras. Além dessas, outras estratégias vem sendo avaliadas para o controle de mosquitos, e.g., Iscas atraentes açucaradas tóxicas (ATSB) que utilizam fontes açucaradas contendo inseticida oral para mosquitos adultos. Dessa forma, a utilização de iscas tóxicas atrativas, ATSBs, combinadas ao piriproxifeno pode ser um método adicional para dispersão do piriproxifeno. Portanto este projeto tem como objetivo avaliar o potencial dos depósitos fecais impregnados com piriproxifeno em larvas de Ae. aegypti,, Mosquitos adultos serão alimentados com Iscas Açucaradas Atraentes (ASBs) contendo piriproxifeno a 5 ppm. Serão realizados testes para determinar as concentrações Inibitórias de emersão (CIE) contidas nas fezes de Ae. aegypti, bem como também o efeito residual, o tempo de permanência no trato digestório e o efeito da estocagem de fezes contendo piriproxifeno sobre a Inibição de emersão de adultos dessa espécie. A residualidade do piriproxifeno nas larvas será feita utilizando uma mesma porção de fezes para diferentes lotes de larvas. Para determinar o tempo de permanência que o piriproxifeno continua presente no organismo dos mosquitos, as fezes serão recolhidas diariamente e para o efeito da estocagem, um mesmo depósito de fezes será armazenado por diferentes períodos de tempo e analisados quanto sua ação larvicida e na emersão de adultos. Espera-se que a ingestão do piriproxifeno pelos adultos e sua liberação pelas fezes seja um mecanismo efetivo para dispersão dessa substância para o controle de Ae. aegypti.
    Período: 2017 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Diversidade de Insetos em Rondônia: ênfase em mosquitos, flebotomíneos e coleópteros
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Bioprospecção da diversidade marinha como ferramenta para identificação e caracterização de biomoléculas com potencial atividade antimicrobiana, antiofídica e inseticida
    A proposta associada tem o objetivo e a finalidade de identificar, isolar e produzir, em nívelde laboratório, protótipos de novos fármacos derivados de moléculas de origem microbiológica da biodiversidade marinha brasileira, com especial ênfase no bioma nordestino, ativas contra alvos moleculares de vias metabólicas especificas de bactérias enteropatogênicas, parasitas da leishmaniose e malária humana e de seus vetores, além da busca de inibidores de toxinas de venenos de serpentes, sejam eles alvos definidos preliminarmente a partir de análises por bioinformática, ou identificados a posteriori, a partir de bioensaios dirigidos bioquimicamente. A atividade microbicida, antiofídica e/ou anti-vetorial (inseticida) dos produtos isolados e identificados por ressonância plasmônica de superfície (SPR) em tandem com espectrometria de massa, ou por fracionamento e purificação clássica serão analisados diretamente em modelos celulares, em modelos de infecção experimental, e in vivo, contra o vetor anophelino em suas fases larvária e adulta. As moléculas líderes identificadas servirão de base para orientar ensaios pré-clínicos, a síntese de compostos químicos dirigidos, e a busca de produtos em bancos de dados de moléculas sintéticas comercialmente disponíveis que serão utilizadas para a elaboração de protótipos clássicos ou nanoestruturados. Em relação aos produtos isolados empiricamente por seleção direta a partir de extratos ativos e purificação dos produtos responsáveis, proceder-se-á inicialmente a ensaios experimentais dirigidos para definir o alvo molecular utilizando-se de técnicas proteômicas
    Período: 2013 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Criação de larvas e adultos de mosquitos (Diptera: Culicidae) vetores da malária e arboviroses em Porto Velho, Rondônia, Brasil: substituição da alimentação sanguínea e enriquecimento ambiental.
    Chamada Pró Rondônia FAPERO/CAPES No. 012/2016 - PROGRAMA DE APOIO À PESQUISA PRÓ RONDÔNIA PAP ? PRÓ RONDÔNIA Nas Américas, a malária é endêmica em 21 países e aproximadamente 120 milhões de pessoas vivem em área de risco. O Brasil ocupa a primeira posição no ranking de número de casos, seguido por Venezuela, Peru e Colômbia sendo que juntos esses países são responsáveis por mais de 50% dos casos notificado no continente. O Anopheles darlingi é um dos principais vetores da malária nas regiões amazônicas da Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Guiana, Peru, Suriname, Venezuela e Brasil. O estabelecimento de colônias em laboratório atende a diversas finalidades como estudos de comportamento, fisiologia, genética, infectividade, susceptibilidade a agentes químicos, exigindo uma criação massal de mosquitos dado o número de espécimes necessários para os experimentos. No entanto, pesquisadores que trabalham com An. darlingi relatam ainda problemas recorrentes com a criação de imaturos e produção de adultos. Além desses, os cuidados com a criação levam a um grande desgaste do pessoal envolvido. Assim, o objetivo dessa proposta é ampliar o conhecimento da biologia nutricional, reprodutiva e ecologia aplicada a criação de imaturos e adultos de anofelinos com ênfase em Anopheles darlingi na busca de uma dieta artificial para substituição do sangue na reprodução do mosquito e de elementos que possam enriquecer o ambiente de criação de imaturos visando aumento da produção de larvas e adultos. Os mosquitos serão coletados em áreas rurais de Porto Velho e região. As fêmeas serão alimentadas com as dietas artificiais formuladas a partir da composição do sangue (controle) e diversas informações serão coletadas como (i) ingurgitamento, (ii) sobrevivência até a oviposição, (iii) número de ovos produzidos, (iv) número de larvas produzidos. As larvas obtidas também serão criadas suplementando-se a dieta tradicional (comida de peixe triturada) com vitaminas e sais minerais e serão observados a mortalidade, tempo de desenvolvimento, proporção de pupação e emersão. Finalmente, o ambiente de criação larval será enriquecido com elementos que normalmente compõe o ambiente larval natural, e.g., substrato, iluminação e detritos, registrando-se as variáveis acima sugeridas para suplementação da dieta larval. Espera-se, como resultado, a formulação de uma dieta substituta para o sangue para reprodução de mosquitos (Anopheles darlingi, Aedes aegypti e Anopheles aquasalis), melhoria da produção de larvas e adultos com a suplementação do alimento e enriquecimento do ambiente de criação com vistas a criação massal.
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Manipulação do sistema imune de Anopheles darlingi (Diptera: Culicidae) para bloqueio da transmissão de Plasmodium vivax
    Chamada PAP-UNIVERSAL/FAPERO nº 003/2015 A resposta do sistema imune inato, particularmente as vias Toll e IMD, vem sendo bastante estudada em Anopheles gambiae e provou ter uma potente resposta contra a infecção por plasmódios. Estudos mais recentes com anofelinos de diferentes espécies mostraram que os sistema imune dos mosquitos pode ser manipulado, aumentando a atividade antiparasito. Esses resultados sugerem que as metas tradicionais no controle vetorial podem ser modificadas e incluir estratégias que seletivamente possam ativar a resposta imune em espécies importantes de parasitos e hospedeiros. Desse forma, nosso objetivo será avaliar o silenciamento por RNAi dos reguladores negativos Caspar e Cactus das vias IMD e Toll, respectivamente, no principal vetor da malária no Norte, Anopheles darlingi, utilizando microinjeções de dsRNA e avaliar seu efeito na infecção por Plasmodium vivax, principal causador da malária nessa região, utilizando infecções artificiais e avaliando o número de mosquitos infectados (taxa de infecção) e o número de oocistos encontrados (Intensidade da infecção) através da dissecção do intestino dos mosquitos. O objetivo de longo prazo dessa proposta é desenvolver intervenções que possam ser usadas em áreas endêmicas explorando a resposta inata dos mosquitos para o controle da malária, através, por exemplo, do screening de pequenas moléculas que possam ativar as vias Toll e ou IMD, tornando os mosquitos menos susceptíveis e eventualmente imunes aos plasmódios.
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Instituto Nacional de Epidemiologia da Amazônia Ocidental
    CHAMADA PÚBLICA MCTI/CNPQ/CAPES/FAPS No 16/2014 - PROGRAMA INCT
    Período: 2016 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Programa de bolsas parea capacitação e fixação de recursos humanos em ciência e tecnologia (CAFIX)
    PROGRAMA DE BOLSAS PARA CAPACITAÇÃO E FIXAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (CAFIX) CHAMADA FAPERO no 006/2017
    Período: 2017 - 2018 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • CHAMADA 06/2014 ? MS/DR/FAPERO/CAPES MESTRADO/DOUTORADO
    Período: 2015 - 2018 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Chamada 003/2014 PIBIC Jr
    Período: 2014 - 2017 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • CHAMADA 05/2014 - IC/FAPERO/CAPES INICIAÇÃO CIENTÍFICA
    Período: 2015 - 2017 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Banco de Venenos e Secreções da Amazônia Sul Ocidental e Oriental: ampliação e caracterização molecular para a geração do conhecimento bioprospectivo à biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de novos fármacos
    A proposta possui o objetivo de gerar subsídios importantes no conhecimento bioprospectivo e biotecnológico tendo-se como base a biodiversidade de venenos e secreções da floresta amazônica, nos biomas presentes nos estados de Rondônia, Acre e Tocantins. A floresta amazônica representa a maior diversidade de espécies de répteis e anfíbios do território brasileiro. No entanto, o conhecimento científico, nos campos da ecologia, biogeografia e, sobretudo, da composição molecular e dos efeitos fisiológicos dos componentes isolados de venenos e secreções da maioria absoluta destas espécies é desconhecido. Principalmente nas regiões de estudo a serem propostas nesta demanda. Moléculas ativas provindas da natureza como metabólitos secundários de origem vegetal, peptídeos e toxinas animais, principalmente as de baixa massa molecular, representam a base tecnológica para o desenho de novos fármacos através da síntese química combinatorial. Apesar do Brasil possuir a maior biodiversidade do planeta, não existe nenhum relatado na literatura de proposta de fármaco original gerado genuinamente pelo conhecimento biotecnológico brasileiro centrado em sua biodiversidade. A formação de rede para incrementar o banco de venenos e secreções, além de proporcionar o aumento do conhecimento científico prospectivo de espécies de serpentes e anfíbios, muitas delas desconhecidas, também criará subsídios químicos através de análises estruturais da composição dos venenos e secreções coletadas utilizando-se de técnicas de genômica e proteômica, para investidas no processamento biotecnológico para desenvolvimento de protótipo de produto. Portanto, a proposta apresentada a seguir, pode ser considerada inovadora por buscar associar os conhecimentos ecológicos prospectivos, gerados por expedições científicas em pontos estratégicos, e fisiopatológicos dos venenos e secreções coletados, gerados por proteômica funcional provenientes das análises do banco de dados de moléculas purificadas ou semi-purificADAS
    Período: 2010 - 2015 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • MÉTODOS MOLECULARES E CLÁSSICOS APLICADOS À IDENTIFICAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE NOVOS COMPOSTOS QUÍMICOS ATIVOS CONTRA MALÁRIA E LEISHMANIOSE À PARTIR DA BIODIVERSIDADE
    : O projeto tem o objetivo de identificar, isolar e produzir, em nível experimental, protótipos de novas drogas derivadas de moléculas de origem vegetal, animal e microbiana oriundas da biodiversidade brasileira, ou especificamente sintetizadas, ativas contra alvos moleculares de vias metabólicas particulares de parasitas da malária e das leishmanioses humanas e de seus respectivos vetores insetos. O material de partida para o screning serão extratos de plantas, secreções de animais e metabólitos secretados por micorganismos endofíticos ou Actinomyces raros e também compostos produzidos ou modificados por síntese química. A atividade anti-parasitária e/ou anti-vetorial dos produtos detectados e purificados por ressonância plasmônica de superfície (SPR) ou purificados classicamente, será analisada diretamente em modelos de culturas celulares e em infecções experimentais in vivo, quando ensaiada contra os parasitas, ou contra os vetores respectivos em suas diferentes fases de desenvolvimento. Paralelamente serão realizados experimentos de screenig virtual, docking e dinâmica molecular para identificação de substâncias capazes de interagir com o centro ativo das enzimas alvo, os compostos identificados serão adquiridos de coleções já disponíveis e testados quanto as suas reais capacidades de inibição das enzimas e em casos positivos na diminuição/eliminação da parasitemia em ensaios em cultura de células e em ensaios em culturas ou em animais. Os Protótipos eleitos servirão igualmente de base para síntese de compostos químicos derivados que também serão testados quanto suas atividades anti-parasitárias. Em resumo, o objetivo final do projeto é gerar pelo menos um Protótipo para cada alvo (anti-malárico e anti-leishmaniose), devidamente estudado em fase pré-clínica e registrado em patente que possa ser encaminhado a ensaios clínicos futuramente, gerando conhecimento e difusão tecnológica com viabilidade econômica para o país
    Período: 2009 - 2013 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Biodiversidade na Amazônia Ocidental Rondoniense: subsídios para inserção em cadeias produtivas do conhecimento
    Período: 2009 - 2012 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Efeito da densidade larval e restrição de alimento na biologia de Anopheles darlingi (Diptera: Culicidae) e suas implicações na transmissão da malária.
    OBJETIVO GERAL Estudar a biologia de larvas e adultos de Anopheles darlingi submetidos a três diferentes densidades (0,083 larvas/cm2, 0,17 larvas/cm2 e 0,34 larvas/cm2) com ou sem restrição de alimento. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Analisar o efeito da densidade e restrição de alimento na duração do desenvolvimento larval, índice de mortalidade e longevidade dos adultos. Analisar o efeito da densidade e restrição de alimento na Capacidade Vetorial, no Volume do Repasto Sanguíneo, Tamanho e peso seco do mosquito. META Ampliar o conhecimento do efeito de alguns fatores, como a disponibilidade de alimento e a densidade larval, na variação populacional do principal vetor da malária no norte do país, bem como estimar o impacto potencial em outros aspectos da capacidade vetorial, importante componente da epidemiologia da malária
    Período: 2007 - 2010 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • ESTUDO DA DINÂMICA POPULACIONAL, BIOLOGIA DAS LARVAS E CARACTERIZAÇÃO DOS CRIADOUROS DE Anopheles darlingi EM REGIÕES PRÓXIMAS A PORTO VELHO- RO
    1. Estudar a biologia (sobrevivência, tempo de desenvolvimento, peso, longevidade) das formas imaturas de Anopheles darlingi em diferentes temperaturas e em diferentes densidades (efeito da densidade na mortalidade). Meta: conhecimento profundo da temperatura e da densidade na biologia das fases imaturas do vetor. Prazo de execução: mínimo 12 meses 2. Analisar a variação temporal na abundância de larvas de anofelinos e nas características físico-químicas de criadouros de algumas regiões de importância epidemiológica levantadas por GIL et al. (2003). Meta: conhecer a dinâmica da população larval e relacioná-la a variações físico-químicas dos criadouros. Prazo de execução: mínimo de 24 meses 3. Caracterizar biologicamente as populações de Anopheles darlingi de diferentes regiões visando colaborar com os atuais estudos de genética populacional desse vetor (Dr. Paulo Ribolla -UNESP-Botucatu). Meta: estabelecer relações entre possíveis variações biológicas e genéticas em populações do vetor provindas de diferentes localidades. Prazo de execução: mínimo de 12 meses Atividades: 1. Coleta das larvas em campo, caracterização dos criadouros e estudos em laboratório. 2. Análise das amostras e dados. 3. Avaliação, divulgação dos resultados.
    Período: 2005 - 2009 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Biodiversidade amazônica como fonte de novos compostos químicos ativos para o tratamento alternativo contra toxinas animais, infecções bacterianas e controle de vetores da família Culicidae
    Estudo de produtos naturais dirivados da biodiversidade amazônica para tratamento alternativo anti-ofídico, bacteriano com alvos definidos e controle de vetores de interesse médico.
    Período: 2005 - 2008 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Curso para professores do ensino médio e fundamental
    Curso de especialização e atualização de professores do ensino médio e fundamental
    Período: 2004 - 2005 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: DESENVOLVIMENTO
  • LEC vai a praça
    Feira de Ciências itinerante destinada ao ensino médio de escolas de RIbeirão Preto e região
    Período: 1996 - 1996 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: EXTENSAO
Áreas de Atuação
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Ecologia :: Ecologia Aplicada ::
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Parasitologia :: Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores ::
  • CIENCIAS_BIOLOGICAS :: Zoologia :: Zoologia de Invertebrados ::
Idiomas
  • Inglês: Lê: BEM, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: BEM
Banca Julgadora
Tipo de Produção < 201120132014Total
Banca Julgadora para Concurso Público10102
Participação em Banca de Aperfeiçoamento Especialização10001
Participação em Banca de Doutorado11215
Participação em Banca de Exame de Qualificação00336
Participação em Banca de Graduação24010135
Participação em Banca de Mestrado721010
Total34317559
Eventos
Tipo de Produção < 20112013Total
Outras Participação em Banca1001
Participação em Congresso120113
Participação em Encontro4015
Participação em Oficina1001
Participação em Seminário2103
Participação em Simpósio2013
Total221326
Orientação
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Orientação em Andamento de Doutorado001012
Orientação em Andamento de Mestrado000202
Orientações Concluídas para Mestrado300003
Outras Orientações Concluídas10203015
Total13215122
Prêmios
Tipo de Produção < Total
Prêmios11
Total11
Produção Bibliográfica
Tipo de Produção < 20112012201320142015Total
Apresentação de Trabalho5000005
Artigo Aceito para Publicação0000112
Artigo Publicado111423021
Capitulo de Livro Publicado1000001
Curso de Curta Duração Ministrado8000008
Organização de Evento2000002
Outras Bancas Julgadoras1110003
Outras Participações em Eventos e Congressos3000003
Trabalho em Eventos319671054
Total62111195199
Produção Técnica
Tipo de Produção < Total
Trabalho Técnico22
Total22
Pós-Graduação Fale Conosco Financiadores
Coordenação Geral do Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia - PPG-BIONORTE
Universidade Estadual do Maranhão - Cidade Universitária Paulo VI - Predio da Veterinária
Av. Lourenço Vieira da Silva, nº 1000 - CEP: 65.055-313 - São Luis (MA)
Página Inicial  •  Mapa do Site  •  Contato  •  Área Restrita