Serviços O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras
Bionorte
Bionorte
   Brasil, quarta-feira, 21 de Agosto de 2019.CPF:Senha:

Currículo

Currículo do Pesquisador

Alexandre Luis Padovan Aleixo
CitaçõesALEIXO, ALEXANDRE;ALEIXO, A.
TitulaçãoDoutorado
ÁreaCiências Biológicas :: Zoologia
Formação
  • Doutorado - Periodo: 1997 a 2002 - Zoologia
    Louisiana State University System
  • Mestrado - Periodo: 1996 a 1997 - Ecologia
    Universidade Estadual de Campinas
  • Graduação - Periodo: 1992 a 1995 - Ciências Biológicas
    Universidade Estadual de Campinas
Atuação Profissional
  • Academia Brasileira de Ciências- / Periodo: 2012 a atual
  • Acta Amazonica (0044-5967)- / Periodo: 2006 a atual
  • Anais da Academia Brasileira de Ciências (Impresso)- / Periodo: 2014 a atual
  • Anais da Academia Brasileira de Ciências (Impresso)- / Periodo: 2010 a atual
  • Ararajuba. Revista Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 2011 a atual
  • Ararajuba. Revista Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 1998 a atual
  • Ararajuba. Revista Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 2006 a 2011
  • Biological Conservation- / Periodo: 2007 a atual
  • Biological Journal of the Linnean Society- / Periodo: 2004 a atual
  • Biota Neotropica (English ed.) (1676-0611)- / Periodo: 2003 a atual
  • Biotropica (0006-3606)- / Periodo: 2004 a atual
  • Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão (0103-9121)- / Periodo: 2003 a 2003
  • Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais- / Periodo: 2009 a atual
  • Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais- / Periodo: 2009 a 2011
  • Bulletin of the British Ornithologists´ Club- / Periodo: 2010 a atual
  • Bulletin of the Peabody Museum of Natural History- / Periodo: 2009 a atual
  • Checklist: Journal of species lists and distribution- / Periodo: 2010 a atual
  • Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos- / Periodo: 2011 a atual
  • Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos- / Periodo: 2006 a 2011
  • Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico- / Periodo: 2010 a atual
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior- / Periodo: 2013 a atual
  • Emu (Melbourne. Print)- / Periodo: 2012 a atual
  • Evolution- / Periodo: 2004 a atual
  • Field Museum of Natural History- / Periodo: 2011 a 2014
  • Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo- / Periodo: 2005 a atual
  • História, Ciências, Saúde-Manguinhos- / Periodo: 2008 a atual
  • Ibis (London) (0019-1019)- / Periodo: 2006 a atual
  • Iheringia. Série Zoologia (0073-4721)- / Periodo: 2005 a atual
  • Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade- / Periodo: 2011 a atual
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais- / Periodo: 2009 a atual
  • Journal of Applied Ecology (0021-8901)- / Periodo: 2002 a atual
  • Journal of Avian Biology- / Periodo: 2010 a atual
  • Journal of Biogeography- / Periodo: 2008 a atual
  • Journal of Field Ornithology- / Periodo: 2012 a atual
  • Louisiana State University- / Periodo: 2012 a atual
  • Louisiana State University System- / Periodo: 2000 a 2002
  • Louisiana State University System- / Periodo: 1997 a 1999
  • Molecular Ecology (0962-1083)- / Periodo: 2006 a atual
  • Molecular Phylogenetics and Evolution- / Periodo: 2010 a atual
  • Museu de Zoologia- / Periodo: 2011 a 2012
  • Museu Paraense Emílio Goeldi- / Periodo: 2011 a atual
  • Museu Paraense Emílio Goeldi- / Periodo: 2008 a 2011
  • Museu Paraense Emílio Goeldi- / Periodo: 2005 a 2008
  • Museu Paraense Emílio Goeldi- / Periodo: 2003 a 2005
  • North-Western Journal of Zoology (Print)- / Periodo: 2011 a atual
  • Ornitología Neotropical (1075-4377)- / Periodo: 2005 a atual
  • Plos One- / Periodo: 2014 a atual
  • Revista Brasileira de Biologia (0034-7108)- / Periodo: 2005 a atual
  • Revista Brasileira de Zoociências- / Periodo: 2011 a atual
  • Revista Brasileira de Zoologia- / Periodo: 2005 a atual
  • Sociedade Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 2011 a atual
  • Sociedade Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 2006 a 2011
  • Sociedade Brasileira de Ornitologia- / Periodo: 2004 a 2006
  • Systematics and Biodiversity- / Periodo: 2013 a atual
  • The Auk (Washington)- / Periodo: 2002 a atual
  • The Condor (Los Angeles) (0010-5422)- / Periodo: 2003 a atual
  • The National Science Foundation- / Periodo: 2007 a atual
  • The Quarterly Review of Biology- / Periodo: 2009 a atual
  • The Wilson Bulletin (Columbus)- / Periodo: 2001 a atual
  • Universidade Federal do Pará- / Periodo: 2004 a atual
  • University of Toronto- / Periodo: 2012 a atual
  • Waterbirds- / Periodo: 2014 a atual
  • Zootaxa (Online)- / Periodo: 2009 a atual
Linha de Pesquisa
  • Biogeografia
  • Genética de populações
  • Ornitologia
  • Sistemática molecular
  • Taxonomia
Projetos de Pesquisa
  • Bridging micro and macroevolutionary patterns: population genetics of coevolutionary history
    Projeto que visa investigar a coevolução entre piolhos (Mallophaga) e aves neotropicais através da sistemática molecular e filogeografia.
    Período: 2005 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização preliminar da diversidade críptica da avifauna Amazônica
    O Brasil e a região Amazônica em particular estão entre as regiões com maior diversidade biológica do planeta terra. Na Amazônia, as aves são o grupo taxonômico para o qual se dispõe de mais informações evolutivas e ecológicas. Esse conjunto de dados tem contribuído significativamente para o entendimento da história de formação da biota Amazônica e para a elaboração de estratégias conservacionistas para a região. Apesar do conhecimento sobre a avifauna ser o maior dentre todos os grupos biológicos da Amazônia, excetuando-se o homem, vários estudos recentes têm atestado a existência de grandes lacunas nesse conhecimento. Durante o fim do século XX e início do século XXI novas espécies de aves continuaram a ser descritas para a Amazônia, revelando um conhecimento ainda incompleto sobre a biodiversidade do grupo mais bem estudado da região. Um número maior ainda de estudos revelou que muitas espécies com ampla distribuição na bacia são na verdade compostas por um complexo de espécies, ou seja, por populações alopátricas bastante diferenciadas vocal e geneticamente, que se comportam evolutivamente como espécies independentes. Portanto, é certo que novos estudos evolutivos deverão revelar uma diversidade muito maior do que aquela conhecida atualmente para a avifauna Amazônica. Como a maior parte dessas novas espécies deve ser desmembrada de espécies já descritas, foi criado o termo diversidade críptica para descrever aquela diversidade escondida dentro de espécies já catalogadas, mas tidas, equivocadamente, como representantes de uma única unidade evolutiva. A importância de se identificar e catalogar a diversidade críptica da avifauna Amazônica reside em fornecer uma avaliação acurada da riqueza do patrimônio biológico da região e conseqüentemente em corrigir a sub-estimativa crônica atual da sua biodiversidade, fato que pode levar a políticas conservacionistas ineficientes, com prejuízos irreversíveis ao país.
    Período: 2004 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • The effect of ice age climatic fluctuations on rates of reproductive isolation: a genome-wide view comparing boreal and tropical birds
    Neste projeto propomos o primeiro estudo sobre introgressão genética entre zonas de hibridização de aves amazônicas. Utilizaremos métodos genéticos desenvolvidos recentemente para estimar introgressão genética entre zonas de hibridização na Amazônia e comparar esses resultados com analises similares de zonas de contato em áreas temperadas.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Biogeografia histórica e padrões de diversificação no Neotrópico: Estudos de filogenia molecular e filogeografia de aves Amazônicas.
    As florestas Neotropicais possuem a avifauna mais rica do mundo, com muitos táxons endêmicos. Os padrões de distribuição e variação fenotípica dos organismos nessa região são complexos, mas áreas de endemismo comuns a vários grupos foram reconhecidas com base nas congruências entre esses padrões. Muitas hipóteses já foram propostas para tentar explicar os processos de diversificação que resultaram na diversidade única e nos padrões de endemismo encontrados atualmente nas florestas Neotropicais, principalmente na bacia Amazônica. Apesar dos inúmeros esforços para encontrar uma explicação geral para as origens dos padrões atuais de diversidade Neotropical, os resultados obtidos até hoje são controversos e apontam para uma história complexa, influenciada por muitos fatores diferentes em diversos períodos de tempo. A descrição de novos padrões filogenéticos e filogeográficos é a melhor maneira de esclarecer que processos foram responsáveis pela gênese dessa diversidade. O estudo proposto constitui mais um esforço no sentido de compreender melhor os processos de diversificação responsáveis pela origem dos padrões de diversidade encontrados hoje na floresta Amazônica. Os resultados obtidos serão utilizados para testar e propôr hipóteses de diversificação, incorporando informações sobre tempos relativos de divergência e realizando inferências sobre quais eventos no passado podem ter influenciado os processos de diversificação. Esses dados também serão de grande importância para desenvolver uma classificação sistemática que reflita a história evolutiva dos grupos estudados e para entender os padrões de diversificação dentro de cada grupo.
    Período: 2005 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Cenários para a Amazônia: Clima, Biodiversidade e Uso da Terra
    Objetivo Geral Integrar ações e competências de três dos grandes programas de pesquisas do Ministério da Ciência e Tecnologia para a Amazônia, LBA (Projeto de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia), GEOMA (Rede Temática em Modelagem Ambiental da Amazônia) e PPBio (Programa de Pesquisa em Biodiversidade) e, assim, formar cenários mais completos que permitam ampliar o embasamento técnico-científico e o apoio à tomada de decisões em níveis estaduais e regionais na Amazônia incrementar e aprimorar as ações de disseminação dos conhecimentos gerados e de formação de recursos humanos qualificados nas áreas de atuação dos programas.; Os eixos norteadores do projeto serão a busca do fortalecimento da infra-estrutura de pesquisa científica e a expansão das atuais atividades e projetos em colaboração com outros programas institucionais regionais para a formação e/ou consolidação de um completo banco de dados (multi-disciplinar) que subsidie ações de pesquisa, monitoramento e de desenvolvimento regional. Objetivos Específicos (Metas Físicas) 1. Caracterizar os remanescentes florestais e a biodiversidade da região conhecida como Arco do Desmatamento na Amazônia Meridional Brasileira. 2. Avaliar os impactos do desflorestamento e aquecimento global sobre o clima e a biodiversidade em vários pontos da Amazônia, com ênfase na região do Arco do desmatamento . 3. Avaliar o grau de acoplamento entre o microclima e a biodiversidade na floresta madura em escala local (micro-escala); 4. Avaliar as mudanças e variações da biodiversidade em função do clima e da mudança de uso e cobertura da terra nos centros de endemismo da Amazônia (meso-escala); 5. Produzir modelos e cenários de uso da terra na Amazônia brasileira (macro-escala); 6. Efetuar uma modelagem climática regionalizada para a Amazônia brasileira (macro-escala). Palavras chaves: Amazônia, Aquecimento Global, Biodiversidade, Clima, Desenvolvimento Sustentável; Modelagem ambiental; Interações Clima-Biodive
    Período: 2008 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Systematics of a Neotropical Diversification: the Ovenbirds and Woodcreepers (Furnariidae)
    In his 1863 book "The Naturalist on the River Amazon", the great natural historian Henry Walter Bates described a large mixed-species flock of birds and marveled at the remarkable range of size in the furnariids he observed, from those no larger than a sparrow to others the size of a crow running up the tree trunks. The variation in body shape, feeding behavior, and nest architecture among furnariids is perhaps the most remarkable of any Neotropical bird family. The furnariid radiation encompasses species that have converged on the tree-climbing adaptations of woodpeckers, with other species resembling wrens, jays, thrashers, thrushes, larks, and warblers. An additional exciting aspect of this radiation is that the diversity is nearly all South American, with 97% of the currently recognized species-level diversity entirely within South America. There, furnariids have invaded nearly all of the inhabitable regions, from the snow-line at over 5000 meters in the Andes down to the richest bird communities in the world in lowland Amazonia. They are found from perpetually wet cloud-forests to virtually rainless deserts. The prevalence of furnariids throughout the Neotropical landscape makes them a particularly well-suited taxon to use as a model system for investigating diversification patterns and processes at a continental scale. Moreover, the extensive morphological and behavioral diversity of the Furnariidae provides a unique forum in which to address the tempo and mode of phenotypic evolution. A first step in understanding the evolutionary pressures that have propelled the furnariid diversification is to understand exactly how its evolution proceeded. Thus, we are reconstructing a comprehensive molecular phylogeny of all 326 species-level taxa, and using the phylogeny as the foundation for a suite of morphological character analyses.
    Período: 2006 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Sistemática molecular, biogeografia e revisão taxonômica de aves florestais distribuídas nos biomas Amazônia e Mata atlântica
    Os biomas florestais Amazônia e Mata Atlântica são os mais extensos da América do Sul Cis-Andina (porção do continente situada a leste da cordilheira dos Andes) e, juntos, abrigam a maior diversidade de aves de todo o planeta. Por que esses dois biomas abrigam tantas espécies de aves? Apesar de uma literatura relativamente extensa direcionada à responder essa pergunta, não existe consenso sobre como a grande diversidade de aves destes biomas foi gerada nos contextos geográfico, temporal e ecológico. O número de estudos filogeográficos e de ecologia histórica que procuraram responder a esta questão publicados até o momento são poucos, o que ainda impede uma avaliação crítica da generalidade de alguns padrões já identificados. O objetivo deste projeto é otimizar / maximizar a produção e interpretação de dados filogenéticos e de ecologia histórica inéditos para o maior número possível de linhagens de aves dos biomas Amazônia e Mata Atlântica com boa representatividade em coleções de tecidos no Brasil e no exterior. Com base nesse critério, um conjunto de 163 linhagens representativo dos biomas Amazônia e Mata Atlântica foi selecionado para amostragem neste projeto (ver Tabela 1, abaixo). Ao final deste estudo, espera-se obter informações para uma síntese dos padrões espacial, temporal e ecológico de diversificação da avifauna dos dois maiores biomas brasileiros e que juntos, abarcam a quase totalidade dos biomas florestais Cis-Andinos da América do Sul. Paralelamente, os resultados obtidos também servirão para uma ampla revisão taxonômica dos limites inter-específicos das linhagens amostradas, através da análise integrada de caracteres moleculares, bioacústicos e morfológicos. Objetivos específicos: 1) Reconstruir filogenias com base em vários loci dos genomas nuclear e mitocondrial para buscar padrões filogenéticos / filogeográficos gerais convergentes e divergentes para um conjunto filogeneticamente e ecologicamente representativo de linhagens de aves dos bio
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Dimensions US-BIOTA-Sao Paulo: Assembly and evolution of the Amazonian biota and its environment: an integrated approach
    Amazonia is Earth`s most iconic center of biological diversity and endemism and is among the most important terrestrial biomes due to its contributions to global systems ecology. This project seeks to answer an overarching question in biodiversity science: How was the modern Amazonian biota and its environment assembled across space and time? The research is designed to understand the evolutionary and environmental-ecological history of late Neogene-Recent Amazonia through a comparative approach that integrates across the disciplines of systematics, population biology, ecosystem structure and function, geology, Earth systems modeling and remote sensing, and environmental history. The project also investigates how biotic and environmental change over this time-period influenced Amazonian functional diversity in biogeochemical flows, and how these, in turn, shaped the dimensions of biodiversity seen today as well as the history of global-scale changes in biogeochemical cycling. The project, which is a collaboration with Brazilian scientists and funding agencies, represents the most integrative examination of Amazonian biodiversity and its history to date. The approaches taken describe a methodological template for analyzing information about the history of biotic and environmental change across large, ecologically complex landscapes that can be generalized to other systems. The project creates a large framework for formal and informal education including the training of students, development of a major museum exhibit on Amazonia, workshops for K-12 STEM teachers, publications in professional educational journals, and a web portal, The Evolutionary Encyclopedia of Amazonian Biodiversity, that will make all results available to the public, as well as serve as an informational platform about Amazonian biodiversity and its global importance. This award is being co-funded by NSF`s Office of International Science and Engineering.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais
    A Rede Brasileira de Pesquisas sobre Mudanças Climáticas Globais (conhecida como Rede-Clima) foi criada em dezembro de 2007 e tem sua sede no Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em São José dos Campos-SP, contando com diversas atribuições na formulação e acompanhamento de políticas públicas sobre Mudanças Climáticas Globais no Brasil, inclusive estudar alternativas de adaptação dos sistemas sociais, econômicos e naturais do Brasil às mudanças climáticas . Para esse fim, foi constituída uma sub-rede dentro da Rede Clima com foco na biodiversidade dos biomas brasileiros e cuja finalidade principal é entender melhor os efeitos das mudanças climáticas sobre a biota brasileira, possibilitando a elaboração de estratégias para minimizar seus efeitos deletérios. Atualmente, a sub-rede Biodiversidade da Rede Clima executa projetos de pesquisa na sua temática de especialidade nos biomas Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, devendo em breve expandir sua rede de colaboradores para os demais biomas brasileiros. Neste primeiro momento, os projetos em execução na sub-rede têm três focos principais: (1) usando modelagem de nicho ecológico, mapear possíveis redistribuições geográficas para determinadas linhagens de organismos, sob cenários diversos de emissão de gases de efeito estufa, identificando espécies e áreas prioritárias para a conservação num futuro marcado pelas mudanças climáticas em andamento; (2) reconstruir os contextos temporal, espacial e ecológico do histórico de diversificação de determinadas linhagens de organismos, com vistas a identificar um conjunto de variáveis bio-geo-climáticas responsáveis pela diversificação e não extinção destes grupos no passado, que podem ser determinantes para a sua sobrevivência num futuro marcado pelas mudanças climáticas em andamento e (3) modelar o comportamento de diferentes tipos de fitofisionomias dos biomas brasileiros frente à mudanças climáticas, com o objetivo principal de prever alterações na sua distribuiçã
    Período: 2009 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Systematics of a pantropical diversification: the suboscine passerine birds
    Darwin`s finches of the Galápagos Islands stand as one of the most impressive examples of evolution. After colonizing the islands, a single ancestral finch species eventually diversified into 13 species of different sizes, bill shapes, and ecologies. The suboscine passerine birds exhibit a similar history, but their diversification was not limited to a small set of islands; instead they are found throughout South America, Central America, North America, and parts of the Old World. There are now 1,300 species that differ dramatically in body shape and size, feeding behavior, and nest architecture. The primary goal of this project is to use DNA sequences to reconstruct the evolutionary history of these species, and to use this model system to investigate why the tropics are so biologically diverse. A vital component of this collaborative project between U.S. and Brazilian scientists is the research training it will provide. With fieldwork planned in Argentina, Chile, Costa Rica, Malaysia, Venezuela, and Viet Nam, young scientists from a diversity of countries will be exposed not only to a diversity of natural environments but will also interact and forge relationships with their international peers. By working together to reconstruct perhaps the most spectacular evolutionary radiations of birds in the world, the researchers will learn how evolution works on a continental scale while training a new generation of scientists.
    Período: 2012 - atual / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Southern Amazonian birds and their symbionts: Biodiversity and endemicity of parasites from the most diverse avifauna on Earth
    This project is a three-year international collaboration between The Field Museum (TFM), University of North Dakota (UND), the Museu Paraense Emilío Goeldi (MPEG) in Belém, Brazil, and several parasitologist collaborators from the U.S., Brazil, Bulgaria, Lithuania, and Ukraine to survey parasites and symbionts associated with the most diverse avifauna on earth. We propose to survey and collect parasites/symbionts of birds in 5 areas of endemism in southern Brazilian Amazonia. We will collect traditional museum specimens and associated genetic resources for both the parasites and their avian hosts. A large number of new species will be discovered and described. In addition to traditional alpha-taxonomic and faunistic descriptions, this sampling will also permit collection of genetic data for select parasite and bird lineages to uncover patterns of endemism and cryptic diversity. At over 6.5 million km2, Amazonia is the largest, most diverse, and most intact tropical forest wilderness area on earth with approximately 40% of the world`s remaining tropical rainforest and is estimated to harbor more than one tenth of the world s species. Brazilian Amazonia harbors both the highest number of resident bird species (1300) and the highest rates of endemism (20%) of any biome in Brazil. There have been many recent discoveries and descriptions of new avian taxa in Amazonian Brazil. We know that Amazonian biotic diversity is regionally heterogeneous with many taxa limited to one of eight specific areas of endemism. However, previously sampled avian collecting localities are unevenly distributed and vast regions of Brazil s Amazon basin remain ornithologically unexplored and unsampled. Thus our understanding of the distribution, diversity, and evolutionary history of Amazonian birds, is still incomplete. Parasites are an incredibly diverse ecotype and make up approximately 30-70% of biodiversity, yet only a fraction of the parasite species on earth has been described. Para
    Período: 2011 - 2014 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Uso da ferramenta código de barras no monitoramento da diversidade genética de populações de aves de áreas de canga na região da Serra dos Carajás, Pará
    A Serra dos Carajás se situa na Amazônia oriental e abriga uma das comunidades de aves mais ricas da região neotropical, mesmo tendo sido inventariada por biólogos apenas parcialmente. A região é protegida e explorada pela mineradora VALE S. A. desde a descoberta no local do maior depósito de minério de ferro do mundo. Inseridos nas florestas de terra firme da Serra dos Carajás encontram-se grandes fragmentos de uma vegetação baixa e seca que ocorre sobre os afloramentos de minério de ferro conhecida como canga. As espécies de aves associadas à essa vegetação são típicas de vários tipos de paisagens abertas e semi-abertas e também podem ser encontradas em enclaves amazônicos de cerrado e campinarana. As populações dessas espécies estão naturalmente isoladas de outras populações de mesma espécie de outros biomas. Esse fato é importante tanto do ponto de vista biogeográfico quanto do conservacionista. Alguns estudos preliminares verificaram que a vegetação de canga, além de servir de habitat para muitos animais, pode abrigar táxons endêmicos além de espécies ainda não conhecidas pela ciência. Para traçar estratégias para a preservação e monitoramento da biodiversidade da região de Carajás, é imprescindível saber diferenciar essas espécies e verificar a viabilidade genética dessas populações em longo prazo. Na tentativa de facilitar e criar um método padronizado de identificação e catalogação de espécies, Hebert et al. (2003a) sugeriram a utilização do COI, um pequeno fragmento de DNA mitocondrial de fácil amplificação que associado a um espécime tipo, pode diferenciar espécies como um código de barras (DNA barcode). Desde então, o DNA barcode vem sendo testado apresentando resultados animadores, especialmente para aves norte-americanas. Espécies não crípticas podem ser identificadas por métodos taxonômicos tradicionais ou moleculares sem ambigüidade. Entretanto, quando se trata de espécies crípticas, a maior parte da biodiversidade global ainda permanece desconhecida.
    Período: 2011 - 2013 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Genoma de aves brasileiras - filogenômica, especiação, conservação e redes gênicas neurais ligadas ao canto (beija-flor e sabiá) e imitação da fala (papagaio) SISBIOAVES
    Este projeto objetiva caracterizar a biodiversidade da fauna ornitológica nacional em nível genômico, com um foco em espécies que ajudem a responder questões centrais sobre filogenia, evolução, filogeografia e genética de populações, fisiologia e comportamento (aprendizado do canto e imitação da fala). Também contribuirá para preservar o patrimônio genômico das aves, principalmente de espécies ameaçadas. De particular interesse são as aves que exibem aprendizado vocal e os circuitos cerebrais associados. A avifauna nacional oferece oportunidades únicas de se elucidar as bases neurais e genéticas deste traço comportamental e a sua importância para a especiação e biodiversidade. Por exemplo, os papagaios, típicos representantes da avifauna brasileira, desenvolveram capacidades cognitivas sofisticadas, sendo excelentes imitadores até da fala humana, o que suscita inúmeras questões em relação aos mecanismos cerebrais envolvidos. Já entre os pássaros canoros brasileiros se encontram algumas das espécies mais emblemáticas, como o sabiá-laranjeira (ave-símbolo do Brasil), o bicudo, o curió, o azulão, o tico-tico e o uirapuru, entre muitos outros. O estudo das espécies sazonais poderá revelar fatores genéticos relacionados à susceptibilidade a modificações climáticas. Os beija-flores, além de inúmeras especializações como vôo acrobático e altíssima taxa metabólica, apresentam cantos altamente complexos. Em todas estas aves os jovens aprendem o canto com os adultos, assim como os humanos aprendem a fala. Este aprendizado é critico para a especiação e, de fato, as ordens acima incluem a maioria das espécies de aves brasileiras. O seu estudo genômico ajudará a desvendar fatores que são fundamentais para a evolução e geração de biodiversidade em aves. Sendo assim, o objetivo geral desta proposta é o de ampliar o conhecimento da diversidade genômica das aves brasileiras de forma a responder questões centrais sobre filogenia, evolução, ecologia e genética de populações, fisiolo
    Período: 2011 - 2013 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Evolução de vertebrados terrestres brasileiros do Cretáceo ao recente: paleontologia e filogenia
    O presente projeto tem como objetivo principal estudar os padrões filogenéticos e biogeográficos presentes na fauna de vertebrados terrestres brasileiros desde o Cretáceo superior até o recente. Este estudo permitirá caracterizar os pulsos de expansão e retração ocorridos nos últimos 110 milhões de anos e responsáveis pela modelagem da biodiversidade atual de anfíbios, répteis, aves e mamíferos. O aprimoramento do conhecimento a respeito de tais processos deverá auxiliar no reconhecimento dos parâmetros que levaram à perda de biodiversidade (em diferentes escalas temporais) nos biomas brasileiros e contribuir, em última instância, no estabelecimento de estratégias para sua conservação e utilização sustentável. Para tanto, e de forma pioneira junto ao MCT, consideramos importante incluir dados paleontológicos no estudo da biodiversidade recente.
    Período: 2011 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em biodiversidade e uso da terra da Amazônia
    O INCT em biodiversidade e uso da terra da Amazônia é uma rede internacional e multi-disciplinar de pesquisa que parte do princípio que atividades de conservação e desenvolvimento não são necessariamente mutuamente exclusivas, e que a obtenção de projetos mais eficientes de uso da terra requer uma compreensão explícita da extensão dessa compatibilidade recíproca. Dessa maneira, este INCT consiste em uma contribuição para o que pode ser mais apropriadamente descrito como uma nova era na ciência da conservação --onde, ao invés de se adotar um foco isolado sobre as conseqüências biológicas das atividades antrópicas, teríamos a oportunidade de gerar informações e abordagens inéditas que lidam diretamente com o problema científico de como intensificar as oportunidades de conservação ambiental numa região tropical dominada pelo Homem. Trata-se de uma questão básica de importância global, que reside no âmago dos objetivos estabelecidos pela Avaliação dos Ecossistemas do Milênio (Millenium Ecosystem Assessment; http://www.millenniumassessment.org/en/index.aspx). A principal meta do instituto é prevenir e minimizar o processo de perda de Biodiversidade na região do Arco do Desmatamento da Amazônia brasileira, subsidiando ações de políticas públicas em sinergia com projetos já em andamento como, por exemplo, no estado do Pará, o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e os programas Extinção Zero e 1 bilhão de árvores , ligados respectivamente à proteção de espécies ameaçadas de extinção e à restauração da cobertura florestal do estado (http://www.sectam.pa.gov.br/). A premissa principal da proposta é que a ampliação e a difusão do conhecimento sobre a Biodiversidade são fatores chave para uma adesão cada vez maior à aplicação de práticas sustentáveis na exploração dos recursos naturais e uso da terra na região Amazônica. A elaboração de indicadores de sustentabilidade em diferentes escalas temporais e a avaliação das práticas de uso da terra com base em tais indicadores p
    Período: 2009 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Comparative phylogeography of Neotropical birds with cross-Andes distributions
    Primary research objectives. Regional biological diversity reaches a zenith in the tropical rain forests of South America, yet the evolutionary and ecological mechanisms responsible for the origin and maintenance of this diversity remain very poorly understood. The primary goal of this proposal is to use a comparative phylogeographic framework to investigate the role of the Andes as a historical and contemporary diversifying barrier for lowland organisms.
    Período: 2009 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Subsídios para o planejamento de áreas protegidas nas várzeas do Rio Madeira
    O principal objetivo da proposta é desenvolver substitutos para a biodiversidade que possam subsidiar o planejamento de áreas protegidas ao longo das várzeas do rio Madeira. Para tanto, são objetivos específicos: - Investigar se há descontinuidades no padrão de composição das comunidades de árvores, formigas, peixes e aves ao longo da várzea do rio Madeira entre Porto Velho e a confluência com o rio Amazonas, que indiquem a existência de regiões distintas ao longo do rio, que possam ser utilizadas como substitutos de ampla escala para a conservação; - Mapear as unidades geológicas distribuídas ao longo da várzea e em seu entorno, com ênfase nas unidades quaternárias, de modo a poder analisar a influência da geologia na distribuição da biota na área de estudo. - Mapear os ambientes de várzea com o uso de sensoriamento remoto, de forma a ter uma base para a extrapolação dos dados obtidos em campo. - Desenvolver modelos de distribuição de espécies de interesse comercial que ocorrem na várzea, especialmente as de valor madeireiro. - Realizar análises moleculares em material biológico coletado em maior quantidade, visando obter melhorias taxonômicas e de compreensão de processos biogeográficos.
    Período: 2010 - 2012 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Planejamento Estratégico do Mosaico Terra do Meio
    O planejamento ordenado das ações a serem implementadas num Mosaico de Unidades de Conservação é fundamental para garantir a preservação dos recursos naturais nele existentes e a consecução dos benefícios indiretos de ordem ecológica, econômica, científica e social dela advindos. O objetivo geral do projeto é caracterizar as comunidades naturais dos ecossistemas componentes do Mosaico Terra do Meio e do seu entorno, resultando no Diagnóstico Ambiental deste Mosaico. Especificamente, serão obtidas informações sobre os grupos biológicos anfíbios e répteis (Herpetofauna), aves (Avifauna), mamíferos (Mastofauna), peixes (Ictiofauna) e flora (Vegetação), em conjunto com os gerados por outras áreas temáticas, de forma a suprir as necessidades requeridas por uma Avaliação Ecológica Rápida (AER). Os dados serão obtidos quer de fontes secundárias quanto primárias, através dos trabalhos de campo. São objetivos específicos desse projeto, coincidentes com os da AER: Evidenciar as espécies das classes consideradas, que tenham importância, tanto para a conservação como para a caracterização das comunidades naturais. Destacar as espécies ameaçadas de extinção, vulneráveis, endêmicas, migratórias, bio-indicadoras ou que sejam objeto de captura, caça, apanha ou perseguição. Determinar habitats virgens e únicos os quais sejam únicos e prioritários para a conservação e recomendar estratégias para a sua proteção; Identificar áreas de importância ecológica especial e prioritárias e que mereçam estudos mais aprofundados; Identificar e apontar sítios que requeiram manejo especial para a proteção de seu valor único e/ou especial; Identificar e documentar ameaças atuais (em curso) e potenciais que pairam sobre os recursos naturais, especialmente de áreas com maior relevância ambiental; Definir informações biológicas e ecológicas básicas que subsidiem os programas de manejo, em especial atividades de monitoramento, de curto, médio e longo prazos, relativas às açõ
    Período: 2007 - 2011 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Filogeografia Comparada de Vertebrados na Amazônia: Uma Abordagem Multidisciplinar Combinando Dados Moleculares e Sistemas de Informação Geográfica
    Com este projeto pretende-se testar se o processo de divergência genética entre diferentes espécies de anfíbios e aves na Amazônia terá ocorrido por processos de vicariância associados a recorrentes flutuações climáticas e concomitantes alterações no habitat destas espécies (alopatria com ou sem divergência ecológica), possibilitando a ocorrência de fluxo gênico ao longo do processo de especiação. Para tal, este estudo será efetuado a duas escalas distintas: i) a uma macro-escala, através da análise dos padrões de diversidade genética encontrada em toda a área de distribuição das espécies e, ii) a uma micro-escala, através do estudo de zonas de simpatria/parapatria entre as espécies. Assim, e de acordo com a hipótese formulada, este trabalho tem os seguintes objetivos específicos: 1. Estudar os padrões espaciais da diversidade genética em toda a área de distribuição das espécies, através da análise de marcadores nucleares e mitocondriais; 2. Estimar tempos de divergência entre filogrupos distintos com base em diferentes marcadores moleculares, através da aplicação de metodologias Bayesianas recentemente desenvolvidas e, assim, testar a sua coerência com a hipótese de vicariância Pleistocenica; 3. Usar genealogias de diferentes genes para determinar parâmetros demográficos e processos evolutivos que afetam a história populacional das espécies; 4. Usar modelos de zonas híbridas de tensão para testar hipóteses sobre barreiras ao fluxo gênico; 5. Analisar os padrões de miscigenação dos genomas de cada espécie e avaliar hipóteses alternativas de fluxo gênico histórico versus fluxo gênico contemporâneo nas zonas de hibridação. 6. Combinar a informação genética com dados ambientais, variáveis climáticas e modelação ecológica através da aplicação de Sistemas de Informação Geográfica (SIG), de forma a determinar a influência do habitat nos padrões de miscigenação e dinâmica das zonas de hibridação.
    Período: 2009 - 2010 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Diagnóstico da biodiversidade das unidades de conservação estaduais do mosaico "Calha Norte", estado do Pará
    No final de 2006 foram decretadas 5 Unidades de Conservação (UCs) estaduais contíguas no norte do estado do Pará, que vieram a se integrar ao maior corredor ecológico do planeta, englobando terras protegidas no Brasil, Guiana, Guiana Francesa, Suriname e Venezuela. A importância destas novas UCs estaduais recém criadas (que juntas somam mais de 12 milhões de ha.) é estratégica, uma vez que elas se situam exatamente na borda sudeste deste corredor ecológico transnacional, em uma área com um grande potencial para funcionar como ponto de partida para uma ocupação antrópica mais intensa de toda a região, como já começa a acontecer. Com o objetivo maior de efetivar a implementação e o funcionamento destas novas UCs, são propostos aqui uma síntese do conhecimento e um diagnóstico preliminar da biodiversidade de todo o mosaico formado por estas unidades, batizado de Corredor de Biodiversidade do Norte do Pará (abreviado CBNP). Parte integrante do diagnóstico serão as Avaliações Biológicas Rápidas (RAPs), destinadas a caracterizar as comunidades naturais dos ecossistemas componentes do CBPN e do seu entorno imediato, com o objetivo de subsidiar planos de manejos a serem consolidados para as diferentes UCs integrantes do mosaico. Especificamente, serão obtidas diretamente no campo informações sobre os grupos biológicos anfíbios e répteis (Herpetofauna), aves (Avifauna), mamíferos (Mastofauna), peixes (ictiofauna) e flora (Vegetação). Esses dados serão complementados com informações obtidas de fontes secundárias (literatura e coleções biológicas), sendo o conjunto de informações integrado num banco de dados sobre a biodiversidade do CBPN. Esse banco de dados será utilizado por instituições parceiras (Conservação Internacional, IMAZON e SEMA - Pará) para a confecção dos planos de manejo das UCs recém criadas e para o mosaico como um todo, fornecendo subsídios essenciais para sua efetiva implementação e conservação a longo prazo.
    Período: 2008 - 2009 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • O Status de aves endêmicas da Amazônia oriental
    Projeto que objetiva a elaboração de planos de manejo destinados à conservação das seguintes espécies de aves ameaçadas de extinção: Mutum-de-penacho, a Titiba-pérola, o Arapaçu-de-taoca-maranhense e a Mãe-de-taoca-pintada.
    Período: 2004 - 2008 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Integração de dados biológicos e geológicos no baixo Tocantins-Ilha do Marajó: chave na análise da biodiversidade
    Este projeto tem caráter multidisciplinar, enfocando as áreas de geologia e ciências biológicas num esforço conjunto de integrar informações que possibilite analisar a influência de fatores ambientais na origem, evolução e padrão de distribuição atual da biodiversidade amazônica. Para isto, será utilizado como área piloto a região que vai do baixo rio Tocantins até o extremo norte da Ilha do Marajó, no Estado do Pará. Esta área foi escolhida pelas suas características geológicas e paisagísticas, uma vez que possui uma ampla distribuição de depósitos sedimentares formados a partir do Mioceno ao Holoceno, particularmente contendo um grande volume de depósitos plio-pleistocênicos, o que a torna particularmente atraente para os estudos de evolução da biodiversidade, uma vez que este intervalo de tempo pode ter testemunhado a explosão do processo de especiação de vários táxons da biota amazônica. Além disto, a grande dinâmica geológica sugerida para esta região, com possibilidade de formação da Ilha do Marajó em tempos pleistocênicos-holocênicos após desvio do rio Tocantins de norte para nordeste, aliada à sua variedade atual de paisagens, faz desta área um local ideal para se analisar os impactos de fatores abióticos no desenvolvimento da biodiversidade. Os estudos propostos, incluindo-se sedimentologia, estratigrafia, datação C-14 (ou 14C) da matéria orgânica de sedimentos e solos, isótopos estáveis do C de solos e plantas, luminescência térmica, palinologia, filogenia molecular de grupos faunísticos selecionados por serem bons indicadores ambientais, e mapeamento florístico, irão possibilitar o levantamento de um grande volume de informações que possibilitarão reconstituir a evolução dos sistemas deposicionais e analisar a influência de fatores abióticos tanto no surgimento de espécies chaves através do tempo, quanto em sua distribuição atual.
    Período: 2005 - 2008 / Situação: EM_ANDAMENTO / Natureza: PESQUISA
  • Ecologia, avaliação e monitoramento da avifauna da Estação Científica Ferreira Penna, Melgaço, Pará
    O Programa Tropical Ecology, Assessment and Monitoring (TEAM) tem como missão o monitoramento de longo prazo de tendências e padrões da biodiversidade amostrados em uma rede de estações de campo, de forma a atuar como um sistema de alerta sobre o status da biodiversidade e ações para a sua conservação. Os objetivos do TEAM são quantificar e prever mudanças na biodiversidade de florestas tropicais em escalas locais, regionais e globais, além de buscar entender a dinâmica intrínseca da biodiversidade e sua resposta a alterações antropogênicas (p.ex. mudanças climáticas, conversão de habitats, degradação de habitats, superexploração de espécies). A abordagem do TEAM inclui diferentes níveis de organização, desde espécies até comunidades e ecossistemas, incluindo a abundância de espécies, biomassa, diversidade de espécies (tanto os componentes de riqueza quanto ocorrência, a extensão e condição dos habitats, bem como a prestação de serviços ambientais para a humanidade. O TEAM é um projeto de cooperação técnico-científica entre a Conservação Internacional e diversas instituições. Atualmente existem cinco sítios associados ao TEAM: - No Brasil: Caxiuanã, em cooperação com o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) e a Floresta Nacional de Caxiuanã, administrada pelo Ibama; Manaus, em cooperação com o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA); e Rio Doce, em cooperação com a Universidade Federal de Minas Gerais e o Parque Estadual do Rio Doce, administrado pelo Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais. - No Suriname: na Reserva Natural Central do Suriname, em associação com a Anton de Kom University of Suriname e sua instituição afiliada, o Center for Agricultural Research in Suriname (CELOS). - Na Costa Rica: sítio Volcán Barva, localizado dentro da Estação Biológica La Selva e vizinho ao Parque Nacional Braulio Carrillo National Park. Este sítio é administrado pela Organização para Estudos Tropicais (OET). O sítio TEAM em Caxiuanã foi estabelecido em 2
    Período: 2007 - 2008 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Caracterização ecológica, biogeográfica e conservação da Avifauna do Parque Nacional da Serra do Divisor, Estado do Acre
    O oeste do estado do Acre é considerado a área de maior diversidade ornitológica no Brasil, com a ocorrência simpátrica de aproximadamente 600 espécies de aves. O Parque Nacional da Serra do Divisor (PNSD daqui em diante) fica situado exatamente nessa área e sua avifauna é conhecida apenas através de duas expedições que totalizaram 34 dias de amostragem, realizadas nas porções norte e sul do Parque, com o objetivo de fornecer informações para a elaboração de um plano de manejo. Apesar de preliminar, este estudo revelou que o PNSD abriga uma avifauna extremamente rica (490 espécies e mais 100 previstas), que inclui algumas espécies ainda não descritas pela ciência. A continuação do levantamento da avifauna do PNSD é de fundamental importância para a conservação e conhecimento desta unidade de conservação, em razão do caráter preliminar dos levantamentos de avifauna até então realizados. Como apontado pelo plano de manejo do PNSD, os indicativos para a solidificação do conhecimento e conservação da avifauna na unidade incluem: a) levantamento da avifauna nos meses chuvosos no setor sul; b) levantamento da avifauna migrante do hemisfério norte, no setor norte; c) levantamento da avifauna em diversas elevações do complexo fisiográfico da Serra do Divisor (serras do Môa, Rio Branco e Juruá-Mirim); d) ampliação do inventário de avifauna de distribuição restrita às várzeas com bambu; e) estudos populacionais e de distribuição das espécies de aves novas para a ciência e f) monitoramento de espécies com baixa densidade populacional caçadas regularmente pela população local, no caso, as espécies da família Cracidae. O presente projeto pretende contribuir para o preenchimento destas lacunas sobre o conhecimento da avifauna do PNSD com a continuação do inventário de avifauna e o início de censos demográficos e análises quantitativas das preferências ecológicas das espécies de aves encontradas no Parque.
    Período: 2004 - 2007 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Avaliação da recomposição da fauna em clareiras recuperadas após a exploração petrolífera
    Monitoramento quali-quantitativo da fauna encontrada em clareiras recuperadas após a exploração petrolífera.
    Período: 2003 - 2007 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Elaboração do Plano de Manejo da Estação Ecológica do Rio Acre
    A Estação Ecológica do Rio Acre é uma Unidade de Conservação de Proteção Integral, com uma área aproximada de 77.500 ha e 146.130 metros de perímetro. Situa-se na região norte do Brasil, no município de Assis Brasil, região Sudeste do Estado do Acre. Esta unidade foi criada para desenvolver projetos de pesquisa e preservar as nascentes do Rio Acre. Localizada na bacia hidrográfica do Rio Iaco, importante afluente do Purus, faz divisa com a Terra Indígena Mamoadate ao Norte, com a Terra Indígena Cabeceira do Rio Acre ao leste, com o Rio Acre ao Sul e com o Peru a Oeste. O objetivo geral deste projeto é a elaboração do Plano de Manejo da Estação Ecológica do Rio Acre, visando dotar a UC com diretrizes atualizadas para o seu adequado gerenciamento e manejo.
    Período: 2005 - 2006 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Levantamento Faunístico do Parque Ecológico de Gunma, município de Santa Bárbara, Pará
    Período: 2005 - 2006 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Conservação, manejo e monitoramento dos recursos naturais na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Cujubim, Amazônia, Brasil
    Realizar o inventário biológico da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Cujubim, localizada na município de Jutaí, estado do Amazonas.
    Período: 2006 - 2006 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Diversidade de Vertebrados no alto Rio dos Marmelos
    Inventário faunístico da região do Alto do Rio Marmelos
    Período: 2003 - 2006 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Proposta de zoneamento ecológico-econômico na região da BR-163 (baixo Amazonas, Transamazônica e Xingú) com ênfase na biodiversidade
    Este projeto tem como objetivo final a análise dos padrões de distribuição da biodiversidade para subsidiar a implementação de políticas públicas de conservação nas diversas esferas administrativas no eixo região da BR-163 (Baixo amazonas, Transamazônica e Xingú).
    Período: 2005 - 2006 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
  • Análise ecológica e seleção de áreas prioritárias para a conservação de savanas Amazônicas-Arquipélago do Marajó
    Inventário de áreas de cerrado e campos naturais na ilha do Marajó.
    Período: 2004 - 2005 / Situação: CONCLUIDO / Natureza: PESQUISA
Áreas de Atuação
  • Ciências Biológicas :: Ecologia :: Ecologia de Comunidades :: Ecologia
  • Ciências Biológicas :: Genética :: Genética Animal :: Genética de Populações
  • Ciências Biológicas :: Zoologia :: Taxonomia dos Grupos Recentes ::
  • Ciências Biológicas :: Zoologia :: Taxonomia dos Grupos Recentes :: Sistemática Molecular
  • Ciências Biológicas :: Zoologia :: Zoologia Aplicada :: Curadoria de Coleções Ornitológicas
  • Ciências Biológicas :: Zoologia :: Zoologia Aplicada :: Ornitologia
Idiomas
  • Alemão: Lê: RAZOAVELMENTE, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: POUCO, Compreende: RAZOAVELMENTE
  • Espanhol: Lê: BEM, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: BEM
  • Francês: Lê: RAZOAVELMENTE, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: RAZOAVELMENTE
  • Inglês: Lê: BEM, Fala: BEM, Escreve: BEM, Compreende: BEM
  • Italiano: Lê: BEM, Fala: RAZOAVELMENTE, Escreve: RAZOAVELMENTE, Compreende: RAZOAVELMENTE
  • Português: Lê: BEM, Fala: BEM, Escreve: BEM, Compreende: BEM
Banca Julgadora
Tipo de Produção < 201120122013Total
Participação em Banca de Doutorado1511118
Participação em Banca de Exame de Qualificação846018
Participação em Banca de Mestrado1043017
Total33910153
Eventos
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Participação em Congresso20311227
Participação em Encontro301004
Participação em Seminário210003
Participação em Simpósio310015
Total28521339
Orientação
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Orientação em Andamento de Doutorado124119
Orientação em Andamento de Iniciação Científica000112
Orientação em Andamento de Pós-Doutorado001023
Orientações Concluídas para Doutorado300003
Orientações Concluídas para Mestrado15310019
Orientações em Andamento para Graduação001001
Outras Orientações Concluídas12100013
Total31672450
Prêmios
Tipo de Produção < 20122013Total
Prêmios101112
Total101112
Produção Bibliográfica
Tipo de Produção < 2011201220132014Total
Apresentação de Trabalho24022028
Artigo Aceito para Publicação000011
Artigo Publicado44658467
Capitulo de Livro Publicado17218028
Curso de Curta Duração Ministrado300003
Editoração212005
Organização de Evento300003
Outras Participações em Eventos e Congressos200002
Texto em Jornal ou Revista700007
Trabalho em Eventos621520079
Total1642412185223
Produção Técnica
Tipo de Produção < 20112012Total
Outra Produção Técnica1001
Trabalho Técnico151117
Total161118
Pós-Graduação Fale Conosco Financiadores
Coordenação Geral do Doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia - PPG-BIONORTE
Universidade Estadual do Maranhão - Cidade Universitária Paulo VI - Predio da Veterinária
Av. Lourenço Vieira da Silva, nº 1000 - CEP: 65.055-313 - São Luis (MA)
Página Inicial  •  Mapa do Site  •  Contato  •  Área Restrita