Corpo Discente - Egressos

Argemiro Midonês Bastos
TítuloInfluência do ciclo lunar, temperatura, iluminação e ablação no crescimento, preprodução e sobrevivência de Macrobrachium Amazonicum.
Data da Defesa29/09/2016
Banca

ExaminadorInstituiçãoAprovadoTipo
Dra. Cristiana Ramalho Maciel - Membro da Banca ExaminadoraUniversidade Federal do ParáSim
Dr. Júlio César Sá de Oliveira - Membro da Banca ExaminadoraUniversidade Federal do AmapáSim
Dr. Marcos Tavares Dias - Presidente da Banca ExaminadoraEMBRAPASim
Dr. Raullyan Borja Lima e Silva - Membro da Banca ExaminadoraUniversidade Federal do AmapáSim
Dr. Tiago Gabriel Correia - Membro da Banca ExaminadoraUniversidade Federal do AmapáSim
Palavras-ChavesAmapá;Camarão;Larvicultura;Produtividade
ResumoO objetivo deste estudo foi avaliar a influência do ciclo lunar, ablação ocular unilateral, luminosidade e temperatura no crescimento, reprodução e sobrevivência de Macrobrachium amazonicum (Heller 1862). Entre novembro de 2014 a junho de 2015, foram realizados quatro ensaios em laboratório, com duração de 90 dias, utilizando animais capturados em ambiente natural e oriundos de larvicultura. Para 155 fêmeas ovígeras observadas, houve influência significativa da fase lunar na desova, tempo de incubação dos ovos, sendo a Lua crescente o melhor período de fertilidade. Quanto à ablação foram utilizados 24 machos do morfotipo Ciannamon Claw e 96 fêmeas. O procedimento não afetou a taxa de sobrevivência, fecundidade, fertilidade e fator de condição das fêmeas, mas reduziu em 30% o período entre ecdises, aumentou o número de ecdises e a frequência de ocorrência de fêmeas ovígeras, além de incrementar o investimento reprodutivo das fêmeas abladas. Foram também avaliados os efeitos da luz vermelha, amarela, verde, azul, violeta e branca na iluminação de tanques de larvicultura. Foram usadas 2.400 larvas recém-eclodidas, distribuídas em 24 tanques transparentes com capacidade e 1 L de água em salinidade de 10‰, divididas em seis tratamentos com quatro repetições. A cor afetou a temperatura, pH, concentração de oxigênio dissolvido, consumo de náuplios, sobrevivência e produtividade de M. amazonicum. Os resultados indicam que o cultivo de larvas de M. amazonicum é melhor em tanques com luz clara, preferencialmente branca, pois cores escuras podem afetar o desenvolvimento larval devido à dificuldade de percepção do alimento no tanque de cultivo. Os efeitos do aumento da temperatura na sobrevivência e desempenho zootécnico de juvenis de M. amazonicum foram observados utilizando- se 360 pós-larvas, distribuídas em tanques de 70 L usando três tratamentos (T0 = 28 ± 0,5 °C, T1 = 30 ± 0,2 °C e T2 = 32 ± 0,2 °C) e 4 repetições com 30 camarões cada. As taxas de crescimento específico, fator de condição, ganho de massa corporal, comprimento e sobrevivência dos animais cultivados em temperatura de 30 °C e 32 ºC foram menores que naqueles cultivados em temperatura ambiente de 28 ºC. Portanto, o aumento na temperatura da água pode comprometer o crescimento e sobrevivência de M amazonicum no cultivo. Esses resultados podem subsidiar o cultivo de M. amazonicum, auxiliando na produção e produtividade a partir do manejo das condições de temperatura e luminosidade ideais aqui indicadas.
AbstractThe aim of this study was to evaluate the lunar cycle, unilateral eyestalk ablation, light and temperature influence on growth, reproduction and survival of Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862). Four experiments were performed, during 90 days, in the laboratory using animals caught in their natural environment and come from larvae from November 2014 to June 2015. For 155 ovigerous females observed there was influence of the lunar phase in the successful spawning and incubation eggs time and fertility were better in the Crescent Moon. For the investigation of ablation were used 24 males morphotype Ciannamon Claw and 96 females of M. amazonicum. The study investigated the unilateral ablation technique influence on growth, moulting frequency, fecundity and fertility of M. amazonicum. The ablation procedure did not affect survival rates significantly, fecundity and fertility, or the females condition factor, being relatively similar between treatments. On the other hand, the unilateral ablation reduced by 30% moulting period, the number ecdysis and frequency of occurrence of ovigerous females, besides increasing reproductive investment on ablated female. The effects of red, yellow, green, blue, violet and white in lighting hatchery tanks also was evaluated. They were used in 2400 newly hatched larvae distributed in 24 transparent tanks with 1 water liter on salinity of 10 ‰, divided into six treatments with four replicates. The color type affected temperature, pH, dissolved oxygen, consumer nauplii, survival and productivity M. amazonicum. The results indicate that the M. amazonicum larvae cultivation is better in tanks with light with strong light, preferably white, for dark colors can affect larval development due to food perception difficulty in growing tank. The effects of increased temperature on the survival and growth performance of juvenile M. amazonicum were observed using 360 postlarvae distributed in tanks of 70 L using three treatments (T0 = 28 ± 0,5 °C, T1 = 30 ± 0,2 ° C e T2 = 32 ± 0,2 °C) and 4 replicates with each 30 prawns. The specific growth rate, condition factor, weight and length gain, and animals survival cultured at 30 °C ± 0.2 and 32 ± 0.2 °C were lower than those cultivated at 28 ± 0.5 °C, while feed conversion wa s higher. Therefore, the increase in water temperature can compromise the growth and survival M. amazonicum in cultivation. The results can promote the viability M. amazonicum cultivation centers with good productivity from the ideal management of temperature and light conditions suggested in this thesis
Parceiros