Corpo Discente - Egressos

Antônio Tadeu Barbosa dos Santos Fontilei
TítuloUtilização da castanha de macaco (Couroupita guianensis), como ingrediente alternativo na formulação de ração para alimentação de tambaqui (colossoma macropomum) em cativeiro.
Data da Defesa29/07/2016
Banca

ExaminadorInstituiçãoAprovadoTipo
Dra. Antonia Queiroz Lima de Souza - Membro da Banca Examinadora.Universidade Federal do AmazonasSim
Dra. Lídia Medina Araújo - Membro da Banca Examinadora.Universidade Federal do AmazonasSim
Dr. Cláudio Ruy Vanconcelos da Fonseca - Presidente da Banca ExaminadoraInstituto de Pesquisa da Amazonia - INPASim
Dr. José Barbosa Filho - Membro da Banca Examinadora.Universidade Federal do AmazonasSim
Dr. Rogério Souza de Jesus - Membro da Banca Examinadora.Instituto de Pesquisa da Amazonia - INPASim
Palavras-ChavesBiotecnologia;Piscicultura;Tambaqui;Ração artesanal
ResumoA preocupação na busca de alternativas sustentáveis de produção de alimentos mais saudáveis e naturais com redução dos custos e dos impactos ambientais, tem tido uma atuação constante entre cientistas, pesquisadores e toda a sociedade mundial, principalmente nas regiões de alta densidade demográfica e poucos recursos naturais. Hoje somos sete bilhões de indivíduos, onde grande parte vive com baixa taxa de nutrição ou passa fome. Este fato evidencia o aumentando da demanda por alimentos e a necessidade da investigação de alternativas para a criação de novos insumos, visando suprir essa lacuna com produção de alimentos saudáveis aplicando a tecnologia no uso dos recursos naturais. Os peixes são os maiores conversores alimentares, tendo o tambaqui (Colossoma macropomum), espécie onívora, como destacado representante da classe, não só por sua alta taxa de conversão alimentar, como também, por se alimentar naturalmente da castanha de macaco (Couroupita guianensis). O objetivo principal da pesquisa integrou a tecnologia no uso do fruto dessa espécie natural da Amazônia, adaptável a todas regiões do Brasil e América Latina, onde produzindo-se a farinha da castanha de macaco (FCM), usando-a na elaboração de uma ração balanceada nutricionalmente, resultando na ração da farinha de castanha de macaco (RFCM). Adicionadas em níveis crescentes a uma ração comercial em 25%, 50%, 75% e 100%. As dietas foram aplicadas em 4 tratamentos (T2, T3, T4 e T5), comparadas à ração do grupo controle (GC) (comercial) de uso comum no mercado aplicadas a juvenis de tambaqui em cativeiro de forma intensiva. O experimento, teve uma duração aproximada de 24 meses, realizadas em viveiros do INPA e propriedade do pesquisador (autor) na cidade de Manaus - AM. Onde avaliou-se a digestibilidade dos nutrientes da FCM (ingrediente) e da RFCM, obtendo- se respectivamente 92,38% e 90,92% de digestibilidade da proteína; o desempenho biofisiológico apresentou um ganho de peso médio (GPM) de 13,27%, com maior retenção de biomassa e menor retenção de lipídios na carcaça, em relação ao GC. Na relação custo/benefício entre a utilização da RFCM em relação a ração usada no GC, houve redução de custo de aproximadamente 35,33%. Concluindo que a RFCM é eficiente na alimentação do tambaqui, reduzindo o custo e tempo de produção com a possibilidade de aumento da a oferta de pescado no mercado e mitigação da pressão sobre os estoques naturais.
AbstractThe worrying search for healthier and natural sustainable production alternatives of food with cost reduction and low environmental impact has had an ongoing activity between scientists, researchers and the whole world society, especially in areas of high population density and restricted natural resources. At present, we are seven billion people, it most live with a low rate of nutrition or starvation. This fact highlights the increasing demand for food and the need to investigate alternatives to the creation of new inputs, aiming to fill this gap with production of healthy food by applying technology in the use of natural resources. The fishes are the largest food converters, and tambaqui (Colossoma macropomum), an omnivorous species, as a prominent representative of the class, not only for its high rate of feed conversion, as well as by feed naturally “castanha de macaco” (Couroupita guianensis). The main objective of the research has integrated the technology in use of this Amazonian fruit, adaptable to all regions of Brazil and Latin America to produce castanha de macaco flour (FCM), using it to develop a balanced diet (RFCM). Which added in increasing levels to a commercial diet of 25%, 50%, 75% and 100%. The diets were applied in four treatments (T2, T3, T4 and T5), compared to the control group (CG-commercial) commonly used in the market applied to tambaqui intensively way of production. The experiment had a duration of 24 months, held in INPA ponds in the city of Manaus - AM. Which evaluated the digestibility of nutrients FCM (ingredient) and RFCM, obtaining respectively 92.38% and 90.92% of the protein digestibility; the bio- physiological performance showed an average weight gain (GPM) of 13.27%, higher retention of biomass and lower retention of lipids in carcass, compared to CG. The cost / benefit ratio between the use of RFCM, in relation to feed used in the control group there was a reduction of cost of approximately 35.33%. It concluded that the RFCM is efficient in feeding tambaqui, reducing the cost and production time with the possibility of increased supply of fish in the market and mitigate the pressure on natural
Parceiros